PUBLICIDADE
Notícias

Fluxo cambial total está negativo em US$ 10,797 bi em dezembro até dia 26

12:10 | 31/12/2014
O fluxo cambial total se aprofundou ainda mais no terreno negativo em dezembro, ao registrar saídas líquidas de US$ 10,797 bilhões no mês até o último dia 26. Até a semana anterior, o volume de retiradas somava US$ 7,063 bilhões, conforme informou nesta quarta-feira, 31, o Banco Central.

É comum nos finais de ano haver uma ampliação de envios de lucros e dividendos de empresas instaladas no Brasil para suas matrizes no exterior. Por isso o BC forneceu leilões de linha (operações de venda com compromisso de recompra) ao longo do mês passado. Dentro do programa de leilões de swap cambial em 2015, confirmado ontem até pelo menos o dia 31 de março, não há previsão de operações de linha dentro de uma rotina preestabelecida. O BC se comprometeu, no entanto, a atuar sempre que considerar necessário.

As operações financeiras até o dia seguinte ao Natal responderam por remessas líquidas de US$ 11,304 bilhões, diferença entre ingressos de US$ 40,449 bilhões e envios de US$ 51,753 bilhões. No comércio exterior, o saldo ficou levemente positivo em US$ 507 milhões, com importações de US$ 15,193 bilhões e exportações de US$ 15,699 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 2,695 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 4,457 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 8,547 bilhões em outras entradas.

Com apenas dois dias úteis de negócios para registro adicional e o envio de US$ 6,034 bilhões no ano até o último dia 26, dificilmente dezembro deixará de ser o mês com a maior saída de recursos do País em 2014. Até então, o mês com o maior volume de retiradas havia sido novembro, com um total de US$ 3,507 bilhões. Em 2014, a quantidade de envios foi maior do que o ingresso nos meses de fevereiro (US$ 1,856 bilhão), maio (US$ 813 milhões), julho (US$ 1,791 bilhão), agosto (US$ 3,056 bilhões) e novembro.

No caso de continuar a tendência de saídas nesses dois dias, o resultado de dezembro poderá até ficar mais próximo do saldo negativo de US$ 8,780 bilhões visto em igual mês do ano passado.

Quarta semana

Mesmo com um dia a menos por causa do feriado de Natal, a quarta semana de dezembro registrou uma forte saída de dólares do Brasil, com o fluxo cambial ficando negativo em US$ 3,734 bilhões no período, de acordo com o Banco Central. Segundo a instituição, o segmento financeiro, que reúne operações como investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras, registrou saídas de US$ 3,811 bilhões de 22 a 26 de dezembro. O resultado é a diferença entre ingressos de US$ 7,741 bilhões e remessas de US$ 11,552 bilhões.

No mesmo período, no comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 77 milhões, com importações de US$ 2,968 bilhões e exportações de US$ 3,045 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 300 milhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 908 milhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 1,837 bilhão em outras entradas.

Acumulado no ano

Na reta final do ano, o fluxo cambial acentuou o resultado negativo, que começou a ser visto na semana anterior, do dia 15 a 19. De acordo com dados do Banco Central, o saldo de 2014 até o último dia 26 está no vermelho em US$ 6,034 bilhões. Mesmo assim, o resultado é melhor do que em igual período do ano passado, quando o saldo estava negativo em US$ 10,545 bilhões, com saídas de US$ 21,668 bilhões do setor financeiro e US$ 11,124 bilhões em entradas da área comercial.

Aliás, em 2013 completo também houve um resultado negativo (US$ 12,261 bilhões), com uma forte retirada de dólares no último mês do ano: US$ 8,780 bilhões. A situação foi bem diferente do que se viu no ano anterior, quando o fluxo ficou positivo em US$ 16,753 bilhões.

O saldo de 2014 até o dia 26 de dezembro é composto por saídas líquidas do setor financeiro no valor de US$ 10,186 bilhões e de ingressos líquidos de US$ 4,152 bilhões do segmento comercial.

TAGS