PUBLICIDADE
Notícias

FGV: expectativa de geração de vagas em 2015 é baixa

08:05 | 05/12/2014
O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) recuou 0,3% em novembro ante o mês imediatamente anterior, nos dados com ajuste sazonal, para 74,5 pontos. O resultado sucede a alta de 4,3% registrada em outubro, a primeira do ano de 2014. Com isso, o indicador de média móvel trimestral teve leve avanço, mas num movimento ainda insuficiente para confirmar a inversão na tendência de queda observada desde o início do ano, destacou a Fundação Getulio Vargas (FGV).

"O Indicador Antecedente de Emprego permanece em nível historicamente baixo sem tendência de forte recuperação no futuro próximo. Embora os dados mostrem otimismo - ou reversão do pessimismo - em alguns setores, o índice reflete um cenário de baixa expectativa na geração de vagas no próximo ano", avaliou o economista Fernando de Holanda Barbosa Filho, pesquisador da FGV, em nota oficial.

Dos sete componentes do IAEmp, cinco contribuíram negativamente neste mês. A avaliação menos pessimista dos empresários da indústria em relação à situação atual dos negócios (+10,8%) foi a principal influência positiva, mas compensada principalmente pela percepção dos consumidores sobre a disponibilidade de emprego no futuro, que mostrou deterioração diante da queda de 10,1%.

O IAEmp é formado por uma combinação de séries extraídas das Sondagens da Indústria, de Serviços e do Consumidor, todas apuradas pela FGV. O objetivo é antecipar os rumos do mercado de trabalho no País.

TAGS