PUBLICIDADE
Notícias

Dados da China sustentam ganhos nas bolsas da Ásia

07:40 | 03/12/2014
A maior parte das bolsas asiáticas fecharam em alta nesta quarta-feira, impulsionadas por dados positivos do setor de serviços na China e uma expectativa dos investidores por um eventual corte na proporção de compulsório exigida dos bancos chineses.

O índice Xangai Composto terminou a sessão em alta de 0,58%, aos 2.779,53 pontos, o maior patamar em 40 meses. O Shenzhen Composto foi na mesma direção e avançou 1,36%, para 1452,92 pontos. O índice sul-coreano Kospi, da Bolsa de Seul, se elevou 0,21%, para 1.969,91 pontos. Por outro lado, o Hang Seng, de Hong Kong, recuou 0,95%, aos 23.428,62 pontos.

Ainda no começo da sessão, o governo chinês divulgou que o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) de serviços do país avançou para 53,9 em novembro, de 53,8 em outubro. Na medição do HSBC, o mesmo indicador também subiu, para 53,0 em novembro, de 52,9 em outubro.

Segundo analistas, as bolsas chinesas devem continuar em alta. "Estes ganhos podem se estender pelo primeiro trimestre do próximo ano", disse em nota o Bank of Communications Schroder Fund Management. A instituição acrescentou que há uma expectativa em relação a medidas mais acomodatícias na política monetária da China para estimular a atividade econômica do país. "Ainda assim, o risco de um recuo de curto prazo está crescendo rapidamente com o rali ganhando ritmo em meio a uma febre", disse.

Segmentos cuja atividade tem caráter mais cíclico, como produtoras de aço e outros metais básico, lideraram os ganhos nesta quarta-feira. A Chalco (alumínio), por exemplo, registrou ganhos de 5,8%, e a Hebei Iron & Steel (aço e minério de ferro) avançou 6,9%.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney fechou em alta pela segunda vez seguida, impulsionada por dados positivos no Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre, o que ajudou a contrabalançar os preços mais baixos das commodities. O índice S&P/ASX 200 encerrou a sessão com ganho de 0,77%, aos 5.321,80 pontos.

No início da sessão, o governo australiano informou que a economia do país avançou 2,7% no terceiro trimestre em comparação com igual período do ano passado. Em relação ao segundo trimestre, a alta foi de 0,3%. Embora tenham vindo abaixo das projeções do mercado, os resultados ajudaram a Bolsa de Sydney a continuar recuperando perdas dos últimos dias.

Entre as mineradoras, também houve ganhos, embora tímidos. A BHP Billiton e a Rio Tinto subiram apenas 0,1% cada. No entanto, a Fortescue Metals Group registrou ganhos de 5,5% e a OZ Minerals subiu 2,5%. A produtora de ouro Newcrest Mining fechou em alta de 1,1%.

TAGS