PUBLICIDADE
Notícias

Conab estima safra de cana 2014/15 do Centro-Sul em 602,1 mi de toneladas

09:10 | 19/12/2014
A produção de cana-de-açúcar moída no Centro-Sul do Brasil na safra 2014/15 está projetada em 602,1 milhões de toneladas, o que corresponde a uma queda de 3,2% em relação ao período anterior. O dado faz parte do terceiro levantamento de safra da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta sexta-feira, 19.

A safra na Região Norte/Nordeste deve aumentar 4,4%, passando de 56,7 milhões de toneladas da safra 2013/14, para 59,2 milhões na safra 2014/15. Assim, a produção total no Brasil deve alcançar 642,1 milhões de toneladas, queda de 2,5% em relação ao volume colhido na safra passada, que foi de 658,8 milhões de toneladas.

Segundo a Conab, a queda na produção "só não é maior porque há um leve aumento na área plantada no País (2,2%), ou seja, a queda na produção está diretamente relacionada com a queda na produtividade de 4,6%". A produção de 642,1 milhões de toneladas de cana-de-açúcar nesta safra ocupa área de um pouco mais de 9 milhões de hectares.

Para a safra 2014/15, a produção de açúcar está estimada em 36,36 milhões de toneladas, redução de 4% em relação a 37,88 milhões de toneladas na safra passada. Cerca de 70,75% do açúcar no País é produzido na Região Sudeste; 10,63% na Região Centro-Oeste; 10,14% na Região Nordeste; 8,34% na Região Sul e 0,14% na Região Norte.

O Açúcar Total Recuperável (ATR) médio obtido na safra 2014/15 está estimado em 136,3 kg/t, um pouco maior do que na safra anterior (134,4 kg/t). O porcentual ATR destinado à produção de açúcar nesta safra para o Brasil está estimado em 43,72% do total.

A produção de etanol total para este levantamento da safra 2014/15 está estimada em 28,66 bilhões de litros, 705,92 milhões de litros, ou 2,53%, a mais do que os 27,96 bilhões de litros da safra 2013/14. Deste total, 11,80 bilhões de litros deverão ser de etanol anidro e 16,86 bilhões de litros de etanol hidratado. Assim, o etanol anidro terá um decréscimo de 0,23% na produção e o etanol hidratado um aumento de 4,54%, quando comparados com a produção da safra anterior, informa a Conab.

TAGS