PUBLICIDADE
Notícias

Ajuste fiscal limitará altas da Selic, diz economista

11:10 | 03/12/2014
O economista Samuel Pessoa, professor da Fundação Getulio Vargas (FGV), avaliou nesta quarta-feira, 3, que, caso a presidente Dilma Rousseff consiga formar uma base sólida no Congresso Nacional e emplacar o programa de ajuste fiscal que está prometendo, o ciclo de alta da taxa básica de juros (Selic) poderá não ser muito grande. Segundo ele, se isso acontecer, a taxa deverá ir para entre 12% e 12,5% ao ano em 2015, o que ajudará a trazer a inflação para dentro da meta no próximo ano.

Durante debate de encerramento da série Fóruns Estadão Brasil 2018, ele afirmou que já há um ajuste da economia em andamento. Um dos efeitos disso, citou, já está sendo no mercado de trabalho. "Dados como o Caged mostram que o mercado de trabalho já está sentindo e logo isso vai pegar na renda", afirmou. Ele avaliou ainda que o Comitê de Política Monetária (Copom) poderá "mudar o passo" e sair de uma alta de 0,25 ponto porcentual para 0,50 pp na reunião que acaba hoje.

TAGS