PUBLICIDADE
Notícias

Petróleo sobe com corte dos juros na China

10:00 | 21/11/2014
Os preços do petróleo subiram nesta sexta-feira após a China surpreender o mercado ao cortar sua taxa de juros de empréstimo de um ano. A decisão, somada à expectativa dos investidores para a próxima reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), fez com que o Brent para janeiro ultrapassasse os US$ 80 por barril.

As medidas da China para estimular a economia e a possibilidade de uma intervenção da Opep para controlar a oferta mundial do produto deram força ao mercado para dissipar os receios de que o Irã possa voltar a exportar petróleo.

O Irã está em negociação com os Estados Unidos e outros países aliados sobre seu programa nuclear. Caso um acordo seja firmado até o dia 24 de novembro, Teerã terá parte de suas sanções removidas e recomeçar a exportar petróleo em pouco tempo - aumentando ainda mais a oferta internacional. A possibilidade de um acerto, no entanto, parece cada vez mais remota com a aproximação do fim do prazo.

A corretora PVM afirma que "as diferenças entre o país do Golfo Pérsico e as nações ocidentais são tão amplas que o prazo de segunda-feira deve ser estendido para março do próximo ano, para dar ao Irã outras oportunidades de reduzir suas atividades nucleares". As sanções internacionais têm afetado a capacidade do Irã de exportar petróleo desde 2011.

Às 10h50 (de Brasília), o Brent para janeiro subia 2,72%, a US$ 81,49 por barril, na plataforma eletrônica ICE, em Londres, enquanto na Nymex, o petróleo para janeiro avançava 2,40%, a US$ 77,67 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS