PUBLICIDADE
Notícias

Argentina suspende operações da P&G por suposta fraude

05:10 | 03/11/2014
O governo argentino suspendeu as operações da multinacional Procter & Gamble após a receita federal argentina (Afip, na sigla em espanhol) acusar a empresa de fraude fiscal.

Em comunicado publicado neste domingo, o órgão afirma que a suposta fraude envolve produtos importados do Brasil, no valor de US$ 138 milhões. Segundo o documento, os produtos chegavam à Argentina por meio de uma subsidiária suíça da companhia, numa tentativa de se livrar dos impostos. A P&G ainda não se pronunciou.

"Empresas globais não podem gerir seus lucros enganando o governo, evadindo tributos e retirando recursos do país, porque seus comportamentos irregulares impedem o desenvolvimento da nação", disse a Afip. Fonte: Associated Press

TAGS