PUBLICIDADE
Notícias

SulAmérica prevê IGP-M negativo em outubro

09:10 | 07/10/2014
A elevação de apenas 0,02% no Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) em setembro, divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta terça-feira, 07, veio abaixo do esperado e levará o economista-chefe da SulAmerica Investimentos, Newton Camargo Rosa, a rever a projeção para o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) de outubro. "Não me surpreenderia se o próximo IGP-M vier negativo", explicou o especialista, que tinha estimado alta de 0,50% para o indicador fechado do mês.

A magnitude da queda de preços verificada pelo IGP-DI leva a uma nova projeção de cenários. Para Camargo Rosa, um arrefecimento nos preços de alimentação reforça um quadro de menor pressão da inflação no fim do ano.

Segundo o especialista, fatores internos e externos explicam a alta mais leve do que a projetada pela SulAmerica Investimentos, que era de 0,10% para o IGP-DI. A retração de 0,40% no IPA Agropecuário, influenciado pela redução dos preços externos de grãos é o principal deles. "O quadro bastante ofertado de soja e milho lá fora, a redução da demanda, principalmente por causa da desaceleração da economia chinesa, e a valorização do dólar também ajuda na desvalorização das commodities", explicou.

No cenário interno, complementa, a desaceleração interna também contribui para a queda nos preços. "Existe uma correlação entre a fraqueza da atividade doméstica e a queda nos preços no atacado, principalmente nos industriais", disse. O IPA Industrial teve retração de 0,10%.

TAGS