PUBLICIDADE
Notícias

Materiais, equipamentos e serviços puxam INCC em outubro

07:20 | 28/10/2014
O grupo Materiais, Equipamentos e Serviços subiu de 0,34% para 0,43% de setembro para outubro e puxou para cima o Índice Nacional de Custo da Construção - Mercado (INCC-M), apurado pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O INCC subiu 0,20% em outubro, ante alta de 0,16% no mês anterior.

Dentro desse índice, o item relativo a materiais e equipamentos subiu 0,53% neste mês, ante 0,37% no mês anterior, enquanto o referente a serviços desacelerou para 0,05%, ante alta de 0,22% no mês anterior. O grupo mão-de-obra não registrou variação em outubro, permanecendo estável pelo segundo mês consecutivo.

Entre as maiores influências de alta do indicador estão elevador (apesar de desacelerar, de 1,07% para 0,86%), ferragens para esquadrias (de -0,09% para 1,35%), tijolo/telha cerâmica (de -0,04% para 0,69%), tubos e conexões de PVC (mesmo diminuindo o ritmo de alta, de 1,31% para 0,91%) e esquadrias de alumínio (de 0,71% para 0,79%).

Por outro lado, a FGV destacou dois itens como as maiores influências de baixa do INCC-M de outubro: massa de concreto (de 0,09% para -0,17%) e vergalhões e arames de aço ao carbono (de -0,39% para 0,00%). O INCC-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

TAGS