PUBLICIDADE
Notícias

Entrada de dólar supera saída em setembro até dia 26

14:00 | 01/10/2014
O fluxo cambial ficou positivo em US$ 3,561 bilhões no mês de setembro até o dia 26, conforme informou nesta quarta-feira, 01, o Banco Central (BC). As operações financeiras respondem por uma entrada líquida de US$ 2,601 bilhões, diferença entre ingressos de US$ 40,903 bilhões e retiradas de US$ 38,302 bilhões.

No comércio exterior, o saldo está positivo em US$ 960 milhões, com importações de US$ 16,466 bilhões e exportações de US$ 17,425 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 2,546 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 5,926 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 8,953 bilhões de outras entradas.

Semana passada

Após três semanas recebendo mais dólares do que mandando para o exterior, na semana de 22 a 26 de setembro, o fluxo cambial total ficou praticamente estável, com a entrada de dólares no País ainda maior que a saída em US$ 131 milhões. De acordo com BC, o saldo ficou positivo em US$ 279 milhões no segmento financeiro, que reúne operações como investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras. O valor é a diferença entre entradas de US$ 10,821 bilhões e saídas de US$ 10,542 bilhões no período.

No comércio exterior, o saldo ficou negativo em US$ 149 milhões, com importações de US$ 4,903 bilhões e exportações de US$ 4,755 bilhões. Nas exportações estão incluídos US$ 542 milhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 1,583 bilhão em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 2,630 bilhões em outras operações.

No ano

Duas semanas depois de voltar para o terreno positivo, o fluxo cambial total está mais sedimentado no terreno positivo, em US$ 2,860 bilhões no ano até o dia 26 de setembro, segundo o BC. No ano até o fim de agosto, as entradas de dólares ainda superavam as saídas, mas com a forte retirada na última semana de agosto, superior a US$ 4 bilhões, o saldo inverteu a tendência e ficou negativo em US$ 700 milhões. No início de setembro, com destaque para uma semana das "mais gordas" de entrada de recursos, essa direção foi revertida.

O montante de janeiro até o dia 26 de setembro foi formado por saídas de US$ 566 milhões no segmento financeiro e ingressos de US$ 3,426 bilhões na área comercial. No mesmo período de 2013, o fluxo estava negativo em US$ 335 milhões. O resultado foi formado por saídas de US$ 9,645 bilhões no segmento financeiro e de entrada de US$ 9,309 bilhões no comercial.

TAGS