PUBLICIDADE
Notícias

Geração de energia fica estável em julho, diz CCEE

18:40 | 11/09/2014
A geração total de energia acumulada pelas usinas interligadas ao Sistema Interligado Nacional (SIN) alcançou 59.615 MWmédios em julho deste ano, o que representa uma estabilidade na comparação com o mesmo mês de 2013. Os dados de julho mostram que a geração de usinas eólicas cresceu 154,1% na comparação anualizada, compensando parcialmente a queda de 10,8% da geração de projetos hidráulicos. Outro destaque ficou por conta da expansão de 29,8% na geração de energia a partir das térmicas.

Na comparação de julho com junho deste ano, a geração cresceu 0,3%, impulsionada pela expansão de 29,8% registrada nos projetos eólicos e de 0,5% nos empreendimentos hidráulicos. A geração das térmicas, por outro lado, encolheu 1,1% nessa base comparativa, de acordo com o Boletim de Operação das Usinas publicado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

O estudo mostra que foram incluídas no sistema de contabilização da CCEE um total de 23 novas usinas, sendo 2 térmicas a biomassa, 18 eólicas e 3 pequenas centrais hidrelétricas (PCHs). No mesmo período, uma usina a carvão mineral foi descadastrada.

Com a adição das 18 unidades, o Brasil já possui 153 usinas eólicas em atividade que correspondem a pouco menos de 3% da capacidade instalada do parque gerador nacional. A geração de 1.594 MWmédios em julho garantiu à fonte eólica participação equivalente a 2,7% da energia gerada no mês. Praticamente o mesmo patamar da geração feita por térmicas a carvão mineral, com um total de 1.636 MWmédios em julho. As usinas hidrelétricas, com um total de 39.218 MWmédios, responderam por 65,8% da geração de energia no mês.

TAGS