PUBLICIDADE
Notícias

Shinzo Abe vê 'Brasil economicamente sólido', diz Dilma

16:20 | 01/08/2014
A presidente Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira, durante brinde no almoço realizado no Palácio do Itamaraty, que o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, está vendo em sua viagem "um Brasil economicamente sólido, com mais igualdade social, comprometido com a sustentabilidade". Dilma e Shinzo Abe lembraram, em seus discursos, que em 2015 os dois países celebrarão 120 anos das relações diplomáticas, comerciais, econômicas e culturais.

Dilma propôs que essa data seja marcada com "intensificação do diálogo político, com aumento dos investimentos japoneses no Brasil e presença econômica brasileira no Japão, além da ampliação do comércio bilateral e maior aproximação cultural e científica". Para a presidente, tais iniciativas servirão para "reforçar relações" e "renovar o ânimo" bilateral.

Já o primeiro ministro japonês, após lembrar que seu avô e seu pai já estiveram no Brasil como representantes do governo, citou que os dois países mantêm "muitas coisas parecidas". Ele citou o sucesso que o churrasco brasileiro faz no Japão, assim como os quadrinhos do tipo mangá fazem no Brasil. Shinzo Abe propôs uma "parceria global estratégica".

O primeiro ministro do Japão embarca ainda hoje para São Paulo, onde participa de reunião com empresários brasileiros. Dilma, após encerrar o almoço, embarca para Montes Claros, Minas Gerais, onde manterá encontro com prefeitos da região e depois, ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, participará do lançamento da candidatura ao Senado pelo PMDB de Josué Alencar, presidente da Coteminas, filho do ex-presidente José de Alencar. O ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Fernando Pimentel, candidato do PT ao governo mineiro, também estará no palanque.

TAGS