PUBLICIDADE
Notícias

Setor automotivo vive crise pontual, diz Anfavea

14:30 | 13/08/2014
O presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, avaliou nesta quarta-feira, 13, em pronunciamento na abertura do 24º Congresso Fenabrave, em Curitiba (PR), que o momento de dificuldades enfrentado pelo setor automotivo é pontual e conjuntural. "Sabemos a situação do mercado, mas temos todas as razões para saber que momento é pontual e conjuntural", disse. "Vamos superá-lo. Se não fosse assim, a indústria não estaria investindo mais de R$ 75 bilhões entre 2012 e 2018", completou.

Moan afirmou que o Brasil tem um dos menores índices de motorização do mundo - relação entre habitantes e veículos - e que para chegar, por exemplo, ao índice da Argentina, seriam necessários mais 30 milhões de automóveis, o correspondente a cerca de 10 anos do mercado anual brasileiro. "Ninguém investe essa montanha de recursos sem saber que o futuro é promissor", repetiu.

O presidente da Anfavea reafirmou ainda que a cadeia automotiva tem de trabalhar em conjunto nas políticas de médio e longo prazo para ajudar os governos na questão da mobilidade. "Ou nós enfrentamos e ajudamos as autoridades a enfrentar a questão da mobilidade ou teremos um produto que será rejeitado", concluiu. *O jornalista viajou a convite da Fenabrave

TAGS