PUBLICIDADE
Notícias

IPCA de julho mostra inflação sob controle, diz Holland

12:10 | 08/08/2014
Depois de o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrar alta de 0,01% em julho, o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Márcio Holland, declarou que o resultado "só reforça a avaliação de que a inflação está sob controle" e que a taxa encerrará 2014 dentro da meta anunciada para o ano.

Holland rebateu as críticas de que a economia brasileira está fraca. "É bom destacar que nossa avaliação é de que estamos com atividade econômica em linha com comportamento das economias mundiais. O mundo tem passado por moderação na taxa de crescimento e o Brasil não é exceção", disse. O secretário lembrou que economias avançadas ainda apresentam cenário de moderação e citou o exemplo dos Estados Unidos, que, segundo previsões, podem apresentar crescimento menor neste ano em relação a 2013.

"A economia brasileira vai apresentar comportamento melhor no segundo semestre", afirmou, citando aumento na confiança dos consumidores, melhora no quadro de inadimplência, no mercado de trabalho e "preços sob controle". "A economia vai se recuperar nos próximos meses", concluiu.

A taxa de inflação medida pelo IPCA em julho foi a menor do ano e a mais baixa desde julho de 2010. Embora a variação dos preços ao consumidor em julho de 2013 tenha sido ligeiramente maior, 0,03%, a taxa acumulada em 12 meses há um ano era mais baixa (6,27%), do que os 6,50% registrados agora, em julho de 2014. No acumulado do ano, a inflação está em 3,76%.

Eleições

Questionado sobre se a proximidade com as eleições estimulou o Ministério da Fazenda a se pronunciar sobre o resultado mensal divulgado pelo IBGE - que nem sempre é comentado -, Holland afirmou que se trata de uma questão de agenda. "Sempre que há oportunidade procuramos nos comunicar, é uma questão de agenda. Certamente faremos isso outras vezes até os próximos meses", disse.

Holland fez os comentários sobre o dado da inflação por telefone, porque cumpre agenda em São Paulo nesta sexta-feira. Questionado sobre combustíveis e sobre a taxa de câmbio, Holland afirmou que não comentaria sobre esses assuntos.

TAGS