PUBLICIDADE
Notícias

Sindicato diz que STJ questiona IBGE sobre greve

16:10 | 02/07/2014
O sindicato dos servidores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o ASSIBGE-SN, comunicou, em nota, que o Superior Tribunal de Justiça (IBGE) deu um prazo de cinco dias à direção do instituto para informar se a greve de funcionários é "forte ou fraca".

A ministra do STJ Assusete Magalhães teria feito o despacho na noite desta terça-feira, 1º de julho. A magistrada estaria questionando a alegação da direção do IBGE de que o sindicato está descumprindo a liminar que exige ao menos 70% dos servidores em atividade em cada uma das unidades do órgão, ao mesmo tempo em que afirma à imprensa que a paralisação está enfraquecida. No entanto, segundo o sindicato, o despacho só será publicado em 1º de agosto, quando o Judiciário retornará do período de recesso.

O IBGE informou que não recebeu qualquer notificação da Justiça com questionamentos sobre a greve de servidores. O último balanço, referente à semana passada, apontava uma adesão de 15% dos funcionários à paralisação. Entretanto, o IBGE esclarece que a adesão não é regular entre todas as regiões, portanto, algumas estão mais afetadas, com adesão à greve acima do patamar determinado pela liminar concedida pela Justiça.

Servidores em greve realizam na tarde de hoje manifestação em frente ao prédio do Ministério do Planejamento, em Brasília. O sindicato questiona demissões de trabalhadores temporários que aderiram à paralisação e pedem a retomada das negociações entre governo e movimento grevista.

TAGS