PUBLICIDADE
Notícias

Projeto da Transnordestina ganha aditivo de R$ 1,2 bi

O projeto da Transnordestina Logística S/A liga o município de Eliseu Martins (PI) e áreas dos estados de Pernambuco e Piauí aos Portos de Suape (PE) e Pecém (CE)

08:40 | 11/07/2014

O Ministério da Fazenda aprovou pedido da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) de contratação de um aditivo de R$ 1,2 bilhão do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE) para o projeto de construção da ferrovia Transnordestina. A suplementação de recursos se dará mediante a emissão de debêntures, conforme despacho assinado pelo ministro interino da Fazenda, Paulo Caffarelli, e publicado no Diário Oficial da União.

 O projeto da Transnordestina Logística S/A liga o município de Eliseu Martins (PI) e áreas dos estados de Pernambuco e Piauí aos Portos de Suape (PE) e Pecém (CE). Ao todo, serão 2.304 quilômetros de ferrovia passando por 81 municípios, sendo 19 no Piauí, 28 no Ceará e 34 em Pernambuco. O foco do projeto é o transporte de carga de grãos, minérios, combustíveis e insumos agrícolas.

 Segundo informações da Sudene, a ferrovia conta com investimentos totais de R$ 5,3 bilhões, com participação de R$ 2,6 bilhões do FNDE, ou seja, 50% do empreendimento. A Sudene já liberou recursos de R$ 1,4 bilhão, o equivalente a 56% dos recursos alocados ao projeto.

TAGS