PUBLICIDADE
Notícias

Fortescue quer que vendas de minério subam 30%

00:20 | 16/07/2014
A mineradora Fortescue informou que espera vender 29% a mais de minério de ferro para o exterior, especialmente a China, no próximo ano fiscal depois de completar uma enorme expansão de suas operações na Austrália, segundo comunicado arquivado na Bolsa de Sydney.

A quarta maior exploradora de ferro do mundo disse que tem como objetivo enviar de 155 milhões a 160 milhões de toneladas de insumo siderúrgico nos período de 12 meses que vai se encerrar em junho de 2015. A Fortescue exportou 124,2 milhões de toneladas de minério de ferro em seu último ano fiscal - abaixo da meta de 127 milhões de toneladas.

Ao longo da última década, a Fortescue cresceu de uma pequena exploradora para uma das maiores mineradoras do mundo de minério de ferro, competindo com as gigantes Rio Tinto e BHP Billiton.

Recentemente, a empresa estabeleceu como meta a produção de 155 milhões de toneladas de minério de ferro após a aberturas das minas da região de Pilbara, no estado de Austrália Ocidental.

A Fortescue informou ainda que espera reduzir os custos à medida de dimensiona a produção. A empresa prevê um custo operacional de US$ 31 a US$ 32 por tonelada de minério de ferro no próximo ano fiscal, em comparação com média de US$ 34,03 a tonelada do ano fiscal anterior.

Além disso, a empresa reconheceu que enfrentou desafios com a queda dos preços do minério de ferro na China, que recentemente recuou para os mínimos de quase dois anos em meio a um forte aumento da oferta. A Fortescue relatou que vendeu seu minério de ferro cerca de 20% abaixo do preço de índice de referência média no trimestre encerrado em junho. Durante o ano inteiro, o desconto médio foi de 14%. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS