PUBLICIDADE
Notícias

FGV: confiança do varejo de veículos melhora em julho

12:20 | 31/07/2014
A leve melhora na confiança do comércio no mês de julho foi puxada principalmente pelo segmento de veículos e pelo atacado. Nos demais segmentos, o indicador piorou ainda mais nesse mês, segundo os dados da Sondagem do Comércio divulgados pela Fundação Getulio Vargas (FGV), nesta quinta-feira, 31.

O setor de Veículos, Motos e Peças teve queda de 15,0% na confiança no trimestre até julho em relação a igual período de 2013. Apesar do recuo de dois dígitos, a melhora é verificada diante do resultado de junho, que havia apontado retração de 18,6% na confiança do setor, sempre na comparação trimestral interanual. Boa parte dessa recuperação se deu nas expectativas, que caíram apenas 9,8% no trimestre até julho, contra redução de 16,4% em junho.

No atacado, setor que responde por quase um terço das empresas que compõem a pesquisa, a confiança caiu 4,6% na média de maio a julho em relação a igual período do ano passado. Em junho, o índice havia recuado 5,6% na mesma base.

Nos demais segmentos houve perda ainda maior da confiança, segundo a FGV. No setor de material para construção, a queda foi de 8,4% no trimestre até julho ante igual período de 2013, após retração de 6,6% no segundo trimestre deste ano. A despeito disso, a piora foi puxada pela percepção sobre a situação atual, já que as expectativas sinalizaram melhora para os próximos meses, destacou a instituição.

Por grandes segmentos, o varejo restrito registrou queda de 5,5% na confiança no trimestre encerrado em julho na comparação com igual período do ano passado. O resultado veio pior do que o recuo de 4,4% observado nos três meses até junho.

Já o varejo ampliado (que inclui veículos e material de construção), as deteriorações acabaram pesando mais do que a leve melhora em veículos. O índice de confiança teve recuo de 7,3% no trimestre até julho contra igual período de 2013, depois de cair 6,9% até junho, na mesma base de comparação.

TAGS