PUBLICIDADE
Notícias

Curdos toma duas refinarias no norte do Iraque

12:10 | 11/07/2014
O Ministério do Petróleo do Iraque informou que forças curdas tomaram controle de duas refinarias próximas à cidade de Kirkuk, em um movimento que pode piorar as já fragilizadas relações entre o governo regional do Curdistão e Bagdá.

Segundo comunicado publicado no site do Ministério, o grupo armado curdo Peshmerga tomou as refinarias de Bai Hassan e Kirkuk com apoio de civis, expulsando funcionários da North Oil Company, controlada pelo governo iraquiano.

"O Ministério alerta o Curdistão sobre a seriedade desse comportamento irresponsável", informa o comunicado, acrescentando que podem haver "sérias consequências" se as forças não deixarem as refinarias.

Apesar de controlarem a região de Kirkuk, rica em petróleo, as forças curdas não tinham domínio sobre esses polos de produção.

O Curdistão iraquiano tem aproveitado a instabilidade do governo central, que luta contra os insurgentes do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) no norte e no oeste do país, para aumentar as exportações de petróleo nos últimos dois meses.

A produção do Curdistão mais do que duplicou em junho, para 360 mil barris por dia, após a inauguração no fim de maio de um oleoduto que liga a região à Turquia, segundo a Agência Internacional de Energia. O ministro dos Recursos Naturais do Curdistão, Ashti Hawrami, afirmou que a expectativa é de atingir 400 mil barris por dia até o fim do ano.

O governo central se opõe às exportações independentes de petróleo pela região semiautônoma do Curdistão iraquiano e tem ameaçado ações legais contra todos os envolvidos na venda ou compra do óleo. Até agora, apenas um dos quatro carregamentos de petróleo da região vendidos foi entregue. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS