PUBLICIDADE
Notícias

Começa a operar sistema para financimento de cinema e TV

11:28 | 22/07/2014

O Sistema de Suporte Financeiro Automático à Produção e à Programação do programa Brasil de Todas as Telas começou a operar na segunda-feira, 21. A nova linha financeira conta com R$ 70 milhões do Fundo Setorial do Audiovisual, que serão destinados a projetos de produção independente de cinema e televisão, selecionados pelas próprias empresas produtoras, distribuidoras e programadoras, premiadas por seu desempenho e práticas comerciais anteriores.

 Os mecanismos automáticos fazem parte de um modelo internacional de financiamento público à produção audiovisual. De modo geral, o modelo consiste na valorização dos resultados conquistados pelas empresas, permitindo que indiquem novos projetos a serem financiados. Desta forma, as empresas tendem a planejar suas atividades e parcerias com mais consistência e em prazos mais longos.

 “O suporte automático é inovador porque valoriza o mérito, premia o desempenho das empresas. Esperamos que estimule a formação de parcerias essenciais para o desenvolvimento do setor”, afirma o diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel.

 A contratação dos investimentos seguirá o modelo de compartilhamento de riscos e resultados implementado pelo FSA. Nesses contratos, o Fundo participa das receitas obtidas pelas obras financiadas. São elegíveis projetos de produção de longas-metragens, telefilmes e obras seriadas de ficção, animação e documentários.

Portal Brasil

TAGS