PUBLICIDADE
Notícias

Petrobras:Entorno de Iara 3 mostra boa qualidade de óleo

13:50 | 09/05/2014
A Petrobras concluiu a perfuração do último poço exploratório em áreas previstas no contrato de Cessão Onerosa, no pré-sal da Bacia de Santos. Conforme o comunicado divulgado pela estatal nesta sexta-feira, 9, o poço 4-BRSA1226-RJS (4-RJS-728), o terceiro perfurado no bloco denominado Entorno de Iara, comprovou a descoberta de óleo de boa qualidade nos reservatórios do pré-sal. Conhecido como Entorno de Iara 3, o poço localiza-se em profundidade de água de 2.244 metros, a aproximadamente 241 quilômetros da costa do Estado do Rio de Janeiro.

"O poço comprovou a descoberta de petróleo de boa qualidade (27º API) em reservatórios carbonáticos de excelente qualidade, situados logo abaixo da camada de sal, a partir da profundidade de 5.548 metros, e atingiu a profundidade final de 5.875 metros", diz a Petrobras, no comunicado.

Com a conclusão desse poço, a estatal cumpriu as atividades de perfuração exploratória previstas no Plano Exploratório Obrigatório (PEO). Foram perfurados 16 poços exploratórios distribuídos nas seis áreas da Cessão Onerosa com índice de sucesso de 100%.

"Os dados obtidos até o momento já permitem comprovar a existência da totalidade do volume contratado pela Petrobras com a União, que é de 5 bilhões de barris de óleo equivalente (boe)", afirma a companhia, que divulga hoje, após o fechamento do mercado, o balanço referente ao primeiro trimestre do ano.

O comunicado ressalta também que, no final do ano passado, a companhia já havia declarado a comercialidade de parte dos volumes contratados, referentes à área de Franco (atual campo de Búzios) com 3,058 bilhões de boe e à área de sul de Tupi (atual campo Sul de Lula) com 128 milhões de boe. Os demais volumes que completam o total de 5 bilhões de boe são provenientes de áreas da Cessão Onerosa que terão a suas declarações de comercialidade encaminhadas à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) até o final de 2014.

"Após as declarações de comercialidade, inicia-se o processo formal de revisão do contrato de Cessão Onerosa, que será realizado bloco a bloco, levando-se em consideração as premissas técnicas e econômicas de cada área", diz a estatal, destacando que o processo de revisão dos blocos de Franco (campo de Búzios) e Sul de Tupi (Campo Sul de Lula) já está em andamento.

TAGS