PUBLICIDADE
Notícias

Trabalho formal cresce 0,61% no Ceará em fevereiro

A alta foi puxada pelos setores de Serviços e Construção Civil

23:00 | 17/03/2014
NULL
NULL

Foi divulgado nesta segunda-feira, 17, pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) que o emprego formal no Ceará cresceu 0,61%, equivalente a 7.231 novas oportunidades de emprego criadas no Estado no mês de fevereiro.

Um dos setores responsáveis pela alta são os de Serviços (%2b4.850 postos) e da Construção Civil (%2b2.930 postos). Por outro lado, houve queda nas vagas do setor de Agropecuária (-710) e do Comércio (-265).

No Brasil, os números chegaram a 260.823 empregos formais no mês de fevereiro. A marca é a segunda melhor na série histórica. Em fevereiro de 2011 o número de postos de trabalho criado chegou a 280.799.

As estimativas de 13 instituições para o saldo líquido do Caged do segundo mês do ano iam de 86 mil a 158 mil vagas, sem levar em conta ajustes sazonais. A partir deste intervalo de previsões, a mediana atingiu 116 mil postos.

De acordo com os números divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a alta com relação ao mês anterior foi de 0,68%. Nos últimos 12 meses, verificou-se a criação de 1.157.709 postos de trabalho, equivalentes à expansão de 2,91% no contingente de empregados formais.

O setor de serviços gerou 143.345 vagas em fevereiro. A indústria da transformação gerou 51.951 vagas no mês passado. A agricultura apresentou saldo positivo de 6.098 vagas em fevereiro. O comércio abriu 19.330 vagas em fevereiro. A construção civil gerou 25.055 vagas no mês passado.

No período de janeiro de 2011 a fevereiro de 2014, foram gerados 4.792.529 postos de trabalho, representando um crescimento de 10,88% sobre o estoque de dezembro de 2010, ressalta o MTE.

Redação O POVO Online com informações da AE

TAGS