PUBLICIDADE
Notícias

Garibaldi quer evitar enfrentamento com Fazenda

15:10 | 18/03/2014
Após a projeção polêmica sobre a previsão de um déficit de R$ 40,1 bilhões nas contas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para este ano, o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, não pretende fazer novas declarações. Fonte próxima ao ministro afirmou à reportagem que ele quer evitar passar a mensagem de que há um enfrentamento da Previdência com o Ministério da Fazenda.

Pesa ainda para o silêncio do ministro a disposição de não encorpar a polêmica e, assim, dar a entender que ele estaria fortalecendo o discurso de rebeldia de parte do PMDB contra o governo Dilma Rousseff.

A conta do rombo previdenciário, apresentada por Garibaldi em entrevista ao jornal Valor Econômico, repercutiu mal na Fazenda, o que levou o ministro a ordenar à equipe técnica da pasta uma revisão. O resultado foi a emissão de uma nota, na qual a Previdência voltou atrás e afirmou que as contas do INSS devem terminar empatadas em 2014, "conforme prevê a área econômica do Governo".

TAGS