PUBLICIDADE
Notícias

Augustin: resultado é melhor que o de fevereiro de 2013

16:40 | 27/03/2014
O resultado das contas do governo central em fevereiro deste ano foi bem melhor que o do mesmo mês de 2013, disse nesta quinta-feira, 27, o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin. Ele se referiu ao fato de o déficit do governo central no mês passado ter somado R$ 3,078 bilhões, ante R$ 6,6 bilhões em fevereiro do ano passado.

"No ano, temos um resultado com ritmo de construção do primário mais forte nos próximos meses para atingir a meta", disse. Segundo ele, o governo projeta para março e para os meses subsequentes um resultado bem mais forte no sentido de manter uma tendência favorável para a consolidação do resultado fiscal. "Enxergamos recuperação gradual das receitas", disse.

Previdência

Augustin destacou que a Previdência responde a um crescimento mais forte da economia e à formalização da mão de obra. Ele destacou ainda que o déficit previdenciário será de R$ 40 bilhões este ano. O número, inclusive, gerou há poucos dias desconforto entre o Ministério da Fazenda e a Previdência Social. Isso porque o ministro da Previdência, Garibaldi Alves, chegou a falar em déficit previdenciário de R$ 50 bilhões, mas depois voltou atrás e se realinhou à posição da Fazenda.

Os dados do Tesouro Nacional sobre o resultado do governo central em fevereiro reforçam a meta do governo de comprovar que o rombo da Previdência Social para este ano está contido e administrável. O número divulgado aponta para um déficit previdenciário de R$ 7,175 bilhões no primeiro bimestre, refletindo receitas de R$ 49,848 bilhões e despesas de R$ 57,023 bilhões.

"Comparativamente ao acumulado até fevereiro de 2013, o déficit previdenciário passou de 1,30% em 2013 para 0,89% do PIB em 2014. Em termos nominais, o déficit teve uma redução de R$ 2,5 bilhões até fevereiro e acumula R$ 7,175 bilhões no ano", cita nota do Tesouro sobre o resultado de fevereiro.

TAGS