PUBLICIDADE
Notícias

Freios de veículos serão certificados pelo Inmetro

Peças de baixa qualidade levam instituto a definir novas regras

11:31 | 05/02/2014
NULL
NULL

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) publicou a portaria que estipula  requisitos mínimos de segurança para a fabricação, importação e venda de peças de atrito destinados ao uso em freios em veículos.

O principal motivo da implementação foi o grande risco de acidentes por conta do não atendimento aos requisitos mínimos de segurança.

Segundo Alfredo  Lobo, diretor de Avaliação da Conformidade, "o objetivo da certificação compulsória é fazer com que as peças produzidas atendam a requisitos mínimos de segurança, coibindo a comercialização de peças de baixo custo com qualidade e segurança duvidosas”.

A certificação se aplica a materiais de atrto utilizados em conjuntos de pastilhas de freio a disco e, para veículos rodoviários automotores, materiais de atrito utilizados em conjuntos de lonas de freio a tambor.

O Inmetro dará um prazo de 12 meses para que os fabricantes adequem a produção à regulamentação. Será estipulado o período de seis meses para finalizar a venda de produtos que estejam de acordo com os novos padrões de qualidade. Comerciantes terão três anos para adequar seus estoques.

Terminados os prazos, fabricantes e comerciantes que apresentarem produtos inadequados estarão sujeitos às penalidades previstas na Lei. 

 

Redação O POVO Online

TAGS