PUBLICIDADE
Notícias

Fed expande programa experimental nos juros

02:00 | 20/02/2014
O Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) concordou em ceder à presidente da instituição, Janet Yellen, a autoridade para expandir um programa experimental desenhado para controlar as taxas de juros de curto prazo.

O instrumento é operado pelo Fed de Nova York desde setembro e é conhecido por programa de recompra reversa com taxa fixa overnight. Nesse programa, o Fed empresta bônus em troca de dinheiro, e os formuladores de política podem alterar a taxa de juro oferecida, efetivamente estabelecendo um piso para as taxas de juros de curto prazo.

O mercado tem olhado esse programa com atenção porque ele pode ser uma importante ferramenta quando o Fed começar a elevar as taxas de juros de curto prazo.

Na ata da última reunião de política monetária, divulgada ontem, o Fed anunciou a extensão do programa por mais um ano e elevou o limite para US$ 5 bilhões por dia, de US$ 3 bilhões anteriormente. O Fed está autorizado a estabelecer uma taxa nessas transações de 0% a 0,05%.

O documento também revelou que Yellen está autorizada a modificar as taxas oferecidas e o limite de oferta por contraparte, ainda que ajustes no limite da oferta devem ser feitos de modo gradual, com a consulta do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc).

O documento não deixa claro se os membros do Fed teriam que votar para eliminar completamente o teto da oferta ou se eles deveriam apenas ser consultados sobre o movimento. Um porta-voz do Fed não quis comentar o assunto.

Dois membros do comitê, Richard Fisher e Charles Plosser, votaram contra as mudanças. Eles discordaram por causa da preferência em manter um limite no tamanho máximo das ofertas dos bancos e parceiros. Plosser também preferia que o período de extensão fosse mais curto. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS