PUBLICIDADE
Notícias

Petroleiros do Ceará prometem parar na próxima segunda-feira

11:30 | 25/01/2013
NULL
NULL
Com o objetivo de pressionar a Petrobras para aumentar o valor da participação de lucros e resultados (PLR) de 2012, petroleiros do Ceará prometem uma paralisação de 24h na próxima segunda-feira, 28. O movimento deve ser nacional. Se não houver negociação, há possibilidade de greve por tempo indeterminado.

Segundo informações do sindicato da categoria, a exigência é de que a estatal negocie com o movimento sindical os valores integrais, independente das mudanças no lucro da empresa.

O presidente do Sindicato dos trabalhadores da Indústria do Petróleo dos estados do Ceará e Piauí (Sindipetro CE/PI), Orismar Holanda, explicou que a Petrobras adiantou a PLR com cerca 65% inferior aos anos anteriores alegando ter tido uma queda significativa em seus lucros.

Paralisação

Holanda disse que a indicação de cargos por acionistas é o motivo da empresa ter tido queda nos lucros. “A queda no lucro da Petrobras é o resultado da atuação de seus acionistas e gestores indicados por eles, como a falta de manutenção de áreas operacionais, fato que ocasionou as interdições de diversas plataformas e os trabalhadores não podem ser prejudicados por isso. Caso não haja avanços nas negociações, haverá greve por tempo indeterminado”, afirmou.

O Ceará conta com 11 bases onde ficam distribuídos em média, 600 trabalhadores na Indústria do petróleo, na cidades de: Aracati, Fortaleza, Icapuí, Maracanaú, Paracuru, Pecém e Quixadá.

O POVO Online entrou em contato com a Petrobras, por meio de sua assessoria de imprensa, mas ainda não houve retorno.

O POVO Online

TAGS