PUBLICIDADE
Notícias

Empréstimos a construtoras afetaram crédito imobiliário

11:52 | 23/01/2013
A desaceleração no crescimento do crédito imobiliário em 2012 foi puxada pela queda nos empréstimos destinados às construtoras e incorporadoras, que lançaram menos empreendimentos no ano passado. Com isso, o financiamento para empresas construírem imóveis caiu 20%, enquanto para consumidores adquirirem a casa própria subiu 22%, de acordo com dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

"As empresas passaram por um freio de arrumação", disse Octavio de Lazari Junior, presidente da Abecip, referindo-se à queda nas operações das incorporadoras após enfrentarem problemas como atrasos de obras, estouros de orçamentos e cancelamentos de vendas ao longo de 2011 e 2012.

Em relação ao crédito para o consumidor, Lazari avaliou que os empréstimos para a compra da casa própria devem continuar crescendo, assim como ocorreu no ano passado, sustentados pela manutenção dos bons níveis de emprego e renda da população. "Isso deixou os consumidores bastante confortáveis para tomar o crédito imobiliário, que costuma ser um empréstimo de longo prazo, com pagamento em 20 a 25 anos."

Lazari também explicou que a queda no número de lançamentos pelas incorporadoras foi responsável pela redução no número de unidades financiadas em 2012. Outro fator que contribuiu, segundo ele, foi o aumento no preço dos imóveis, que passou a ser restritivo para boa parte da população.

TAGS