PUBLICIDADE
Notícias

Empresários apoiam plano de Cameron sobre UE

07:48 | 24/01/2013
Um grupo de 55 líderes do empresariado escreveu uma carta ao jornal Times em apoio ao plano do primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, de renegociar a relação do país com a União Europeia antes de um referendo sobre a participação britânica no bloco.

"Nós precisamos de uma nova relação com a UE, apoiada por um mandato democrático", disse a carta, publicada hoje.

Os signatários incluíam Xavier Rolet, CEO da London Stock Exchange Group, John Peace, presidente da Standard Chartered, e Paul Walsh, CEO da Diageo. Um terço dos nomes na carta vem de doadores do Partido Conservador, de Cameron, ressaltou o jornal em um artigo de primeira página.

"Os negócios enfrentam cada vez problemas vindos de Bruxelas e o mercado único na Europa ainda não foi completamente realizado. A crise do euro criou as circunstâncias para um novo acordo da UE", declarou o documento. "Este é o momento de pressionar por uma UE mais flexível e competitiva, que trará empregos e crescimento para todos os Estados membros", acrescentou.

Cameron disse em um discurso, na quarta-feira, que se o seu Partido Conservador for eleito na próxima eleição geral, prevista para 2015, ele pretende renegociar a relação do Reino Unido com a UE e, em seguida, realizar um referendo sobre um novo acordo no primeiro semestre de seu mandato parlamentar de cinco anos. As informações são da Dow Jones.

TAGS