PUBLICIDADE
Notícias

Economia alemã não está preparada para longa recessão

15:46 | 12/01/2013
O mercado de trabalho alemão não está preparado para outra profunda recessão que dure mais de um ano, disse o chefe do Escritório de Trabalho da Alemanha, Frank-Jürgen Weise, em entrevista divulgada hoje na revista Wirtschaftswoche.

"Não pudemos financiar postos de trabalho com jornada reduzida como fizemos em 2009 porque nossas poupanças foram consumidas", afirmou, acrescentando que o Escritório de Trabalho não tem a possibilidade de poupar novos fundos.

A agência separou 600 milhões de euros para subsidiar postos de trabalho com horário reduzido este ano, medida que ajuda a evitar demissões e a recuperar a economia alemã mais rapidamente do que outras nações europeias da recessão que se seguiu à crise financeira.

Os fundos são suficientes para subsidiar uma média anual de 180 mil trabalhadores afetados pela redução de jornada, bem acima dos 100 mil que a agência espera para este ano e três vezes mais do que o número registrado em 2012, segundo Weise. Ele afirmou, no entanto, que os fundos poderão ser reduzidos no caso de um aprofundamento da recessão. Em fevereiro de 2009, a Alemanha registrou o nível recorde de 720 mil trabalhadores com horários de trabalho reduzidos. As informações são da Dow Jones.

TAGS