Participamos do

Raríssimo polvo-véu é filmado por bióloga na Austrália; veja vídeo

A primeira vez que um polvo-véu foi avistada ocorreu em 2002, ao norte da Grande Barreira de Corais.
21:02 | Jan. 14, 2022
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A bióloga marinha Jacinta Shackelton registrou imagens rarísimas de um polvo-véu na grande Barreira de Corais, na Austrália. Atualmente, só existem quatro registros de avistamento dessa espécie no local.

"Quando o vi pela primeira vez, pensei que poderia ser um peixe juvenil com barbatanas longas, mas, quando se aproximou, percebi que era um polvo-véu fêmea e tive uma sensação avassaladora de alegria e emoção", disse ela ao jornal britânico The Guardian.

O nome pelo qual estes moluscos são popularmente conhecidos diz respeito à sua cauda, que se assemelha a um véu.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A primeira vez que um polvo-véu foi avistado foi em 2002, ao norte da Grande Barreira de Corais. Um dos motivos que tornam a espécie rara de ser avistada é sua localização: geralmente, eles vivem em alto mar, longe da costa. 

A bióloga australiana contou, inclusive, que teve dificuldades para respirando após o avistamento porque começou a gritar quando percebeu que o animal avistado era o raro polvo-véu.

O nome científico da espécie é Tremoctopus spp. Aas fêmeas podem atingir até dois metros de comprimento, porém, o macho não passa de 2,4 centímetros. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags