PUBLICIDADE
Curiosidades
Polêmica

Porta ou praia? Conheça o novo mistério que está intrigando internautas

Usuários das principais redes sociais vem tentando desvendar se a imagem é, na verdade, o retrato de um dia ensolarado na praia ou apenas uma porta de cor azul fechada

14:54 | 24/08/2018
Versão horizontal da imagem faz pontos escuros parecerem banhistas. (Foto: Reprodução/Twitter)
 
Uma foto misteriosa tem intrigado internautas de todo mundo. Usuários de redes sociais tentam desvendar se a imagem é o retrato de um dia ensolarado na praia ou apenas uma porta de cor azul. 

Esse tipo de desafio tem se tornado cada vez mais comum na Internet. Um dos casos mais famosos foi o polêmico vestido que uma hora era preto e azul e outra branco e dourado. Outro que, recentemente, também teve grande repercusão foi o do áudio "Yanny e Laurel", em que as pessoas conseguiam ouvir dois nomes distintos.

A polêmica da foto "porta ou praia" teve início no Twitter e logo se tornou popular, chegando a mais de 28 mil compartilhamentos e 65 mil curtidas. 
 
Versão vertical da imagem divide ainda mais os internautas por parecer com uma porta fechada. (Foto: Reprodução/Twitter)
 
Atualmente, circulam pela web duas versões do retrato. Uma contém sinais sombreados e a outra não possui nenhuma marca. Para desvendar a charada, alguns internautas afirmaram ser necessário apenas dar zoom nos detalhes da imagem. Quando aproximada, a figura revela que os pontos escuros seriam, na verdade, banhistas. Contudo, essa teoria ainda não conveceu a outra parcela dos internautas que ainda acredita que a imagem é mesmo uma porta.
Com o intuito de desvendar o mistério, o portal TechTudo convidou dois especialista em Adobe. Após série de testes no Photoshop, eles chegaram à conclusão de que a probabillidade de a imagem ser uma porta é maior e que ela, possivelmente, foi modificada para que parecesse uma praia. Mesmo assim, ainda não se sabe do que realmente se trata a figura e apenas o autor original da fotografia poderia desvender o mistério.
 
Redação O POVO Online