PUBLICIDADE
Curiosidades
SAIBA COMO

Plataforma torna possível formação da árvore genealógica e pesquisa de antepassados

Site pede que falantes da língua portuguesa contribuam para os registros em razão da maior parte do acervo ser em inglês; objetivo é expandir o software

12:44 | 18/06/2018
(Foto: Family Search)
 
Após viralizar em 2016, o site Family Search cresceu e virou uma das principais plataformas de pesquisas genealógicas do mundo. O projeto nasceu na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, nos Estados Unidos. Trabalhando com voluntários por todo o mundo, o site procura aumentar a disponibilidade de registros cartoriais online. 

Para começar a fazer uma árvore genealógica, o usuário precisa se cadastrar no site, criando um login e senha. Após isso, o Family Search sugere um passo a passo para que as pessoas entendam como utilizar melhor as ferramentas do site. Ele fornece a opção de começar a procurar parentes ou indexar informações sobre a família do usuário.

Os falantes da língua portuguesa têm um pedido especial no site. De acordo com a plataforma, poucos documentos estão em português, sendo a maioria em inglês. Portanto, indexar arquivos nesta língua é necessário para aumentar o alcance do projeto. No Ceará, documentos de cartórios dos últimos três séculos serão catalogados no Family Search. A parceria do site é com o Arquivo Público Estadual. 

Criar a árvore genealógica da família é uma das partes principais da plataforma e começa com a disponibilização de dados de pessoas da família. Cadastrar nome, data de nascimento e de óbito, gênero e cidade onde nasceram os familiares é o primeiro passo para a pesquisa. O site apresenta um buscador de registros históricos também para completar essa árvore. Por questões de segurança, dados sobre pessoas vivas só serão vistos por quem os disponibilizou.

Com esse tipo de catalogação, o site pretende facilitar a busca de parentescos entre os usuários, bem como a conexão com as origens. Além disso, permitir que documentos sejam guardados de forma digital, sem que estejam sujeitos à degradação devido ao tempo e à sujeira. 
 
Redação O POVO Online