PUBLICIDADE
Notícias

Indiana se torna a mulher mais jovem a pilotar a aeronave Boeing 777

Desde pequena Anny Divya sonhava em se tornar uma pilota. Ao contrário de muitas pessoas, os pais lhe deram apoio e, aos 17 anos, ela começou a formação

14:43 | 02/08/2017
Anny Divya em seu uniforme de comandante
Anny Divya em seu uniforme de comandante

[FOTO1]

Uma indiana de 30 anos acabou de se tornar a mulher mais jovem do mundo a pilotar um Boeing 777, que é o maior avião comercial com duas turbinas.

Desde pequena Anny Divya sonhava em se tornar uma pilota. Com o apoio dos pais ela começou a formação com 17 anos. À princípio, a família de origem humilde precisou pegar um empréstimo para que ela conseguisse frequentar as aulas. Até que Anny conquistou uma bolsa de estudos e concluiu o curso aos 19 anos.

[VIDEO1] 

Seu primeiro emprego foi na Air India, chegando a ir para a Espanha, onde foi treinada para pilotar o Boeing 737. Contudo, ela desejava pilotar o Boeing 777. "Eu tive a opção de me tornar comandante em um 737, mas o Boeing 777 é o avião que eu sempre quis voar como comandante. Então eu precisei esperar um pouco mais", explicou Anny, de acordo com informações do portal britânico Independent.

Em Londres, ela passou por um novo treinamento. Dessa vez, se preparava para pilotar o Boeing 777 e se tornar a mais jovem comandante desta aeronave. Nesse meio tempo, Anny usou seu salário para ajudar a família. Ela pagou os estudos do irmão e irmã no exterior e comprou uma casa para os pais.

Anny Divya disse que incentiva as mulheres a perseguirem o que elas desejarem: "Todas as mulheres deveriam perseguir seus sonhos, especialmente agora", sugere.

 

TAGS