PUBLICIDADE
Notícias

Dia Mundial do Chocolate; saiba os benefícios do doce mais famoso

O POVO Online conversou com a nutricionista Aliny Morais, que lista alguns benefícios do produto

09:00 | 07/07/2017
 Bolo de chocolate amargo
Bolo de chocolate amargo

[FOTO1]

Você sabia que hoje (7) é comemorado o Dia Mundial do Chocolate? E que ele faz bem para a saúde? Mas não é para extrapolar na quantidade, hein? São apontadas várias vantagens ao consumo do produto, como diminuir o estresse, aumentar o tempo de vida e, até, recuperar os músculos depois da academia, entre outros.

Ao leite, negro, amargo, branco ou meio amargo estes são os tipos de chocolates presentes no mercado. Para saber qual o melhor a ser consumido, O POVO Online conversou com a nutricionista Aliny Morais, que lista alguns benefícios do produto.

De acordo com ela, a qualidade está presente na quantidade de cacau, pois quanto mais tiver, mais benefícios traz à saúde. "O meio amargo contém 50% e, por isso, é o mais indicado. O chocolate previne doenças cardiovasculares, evita o envelhecimento precoce, combate o infarto, e é anti-inflamatório, entre outros. Ele tem antioxidantes, que protegem as células sadias do organismo contra a ação oxidante dos radicais livres", ressalta a nutricionista ao O POVO Online.

Para a mulher, o chocolate vem como solução e paz durante a Tensão Pré-menstrual, a famosa TPM. "Ela libera o hormônio serotonina, que leva prazer e alegria. Ele é um grande auxiliar para elas neste período", afirma Aliny Morais.

Segundo a nutricionista, o chocolate pode entrar como um preventivo para aliviar uma crise de tosse. "Ele pode melhorar, sim, pois contém anti-inflamatório. Além disso, ele tem vitaminas A e B", conta. Aliny Morais afirma que o chocolate ao leite é produzido com manteiga de cacau, tendo maior quantidade de leite e açúcar. "Não é muito indicado. E estes são os mais consumidos entre os chocólatras. Quando chegam ao meu consultório alerto e fazemos um aumento considerado de cacau, adequando o paladar", revela.

Os amantes de academias podem ficar tranquilos em relação ao consumo de chocolates. A nutricionista conta que os praticantes de atividades físicas podem consumir o tipo meio amargo. "Ele ajuda na recuperação dos músculos e o açúcar serve de combustível", indica. Confira a lista sobre diferenças entre os tipos de chocolate:

1. Chocolate branco não tem cacau e tem mais açúcar e gordura;

2. Chocolate ao leite é o mais comum e tem alguma quantidade de cacau, leite e açúcar;

3. Chocolate meio amargo é o que tem 40% a 55% de cacau, pouca quantidade de manteiga de cacau e açúcar;

4. Chocolate negro ou amargo é o que tem mais cacau, entre 60 a 85%, e menos açúcar e gordura.

Dia Mundial do Chocolate

A origem do Dia Mundial do Chocolate não é muito clara. Acredita-se que o chocolate entrou em solo europeu há 467 anos, mas é sabido que muito antes disso o chocolate era utilizado pelas civilizações pré-colombianas da América Central. As condições climáticas europeias não favorecem o cultivo do cacau e, por isso, as colônias americanas, durante os séculos XVII e XVIII, forneciam a matéria-prima.

Receitas

1. Brigadeiro de biomassa

Ingredientes: biomassa (300 gramas), cacau em pó (2 colheres de sopa), manteiga (meia colher de sobremesa) e adoçante culinário (1 colher de chá).

"Coloca todos os ingredientes em uma panela e mistura até ficar grosso. Espera esfriar e fabrica os brigadeiros", explica a nutricionista.

2. Calda de chocolate

Ingredientes: leite desnatado, creme de leite light, cacau em pó, manteiga e adoçante culinário.

"Essa calda é indicada para cobrir bolos de cenouras, entre outros. Mistura tudo em uma panela. Assim que ficar cremoso pode tirar do fogão. Depois, é só despejar em cima do bolo", conta Aliny Morais.

TAGS