PUBLICIDADE
Notícias

Bill Gates vê em galinhas alternativa para diminuir a pobreza no mundo

Segundo o bilionário americano, qualquer pessoa em situação de extrema pobreza pode viver melhor se criar galinhas

19:20 | 09/06/2016
NULL
NULL
O bilionário americano, Bill Gates, revelou recentemente em seu blog Gatesnotes o que faria, caso fosse pobre, vivendo com apenas US$ 2 por dia. Apesar se tratar apenas de uma suposição, o homem mais rico do mundo ressaltou que tal condição é real para um bilhão de pessoas que hoje vivem na extrema na pobreza.

Bill Gates reconhece ainda que cada situação exigiria uma resposta diferente, mas acredita que qualquer pessoa em situação de extrema pobreza pode viver melhor se criar galinhas. “Não há uma única resposta certa [para anular a extrema pobreza], claro, e a pobreza sempre parece diferente em lugares diferentes”, escreveu Gates, que vê nas galinhas uma alternativa econômica capaz de gerar renda a famílias pobres.

Confira quatro justificativas dadas pelos milionário quanto à sua sugestão:

1 – Elas são fáceis de cuidar e dão poucos custos

Muitas espécies de galinhas podem comer qualquer coisa que acharem no chão, apesar de ser melhor alimentá-las adequadamente, uma vez que crescerão mais rápido. Galinhas precisam de algum abrigo para fazer seu ninho e, conforme o tempo passar e os animais forem se reproduzindo, você precisará de um pouco de madeira e arame para fazer um galinheiro. Além disso, frangos precisam de algumas vacinas, mas elas são muito baratas.

2 – Elas são um bom investimento

Imagine que um fazendeiro comece com cinco galinhas. Um dos vizinhos tem um galo para fertilizar os ovos da galinha. Após três meses, essa pessoa pode estar com 40 pintinhos. Eventualmente, com um preço de venda de US$ 5 por animal, essa pessoa poderá ganhar mais de US$ 1 mil por ano, acima da linha de extrema pobreza de apenas US$ 700 por ano.

3 – Elas ajudam a manter as crianças saudáveis

Má nutrição mata mais de 3,1 milhões de crianças por ano. Apesar de que comer mais ovos, que são ricos em proteínas, possa ajudar a resolver o problema, muitos fazendeiros com pequenas quantidades de animais acham mais econômico deixar os ovos chocarem, vender os animais e usar o dinheiro para comprar comida. Mas, se ele tem ovos sobrando, pode usar alguns quebrados para cozinhar para a família.

4 – Elas empoderam as mulheres

Gates explica que como galinhas são pequenas e tipicamente vivem perto de casa, muitas culturas consideram esse um animal das mulheres, em contraste com vacas ou cabras, por exemplo. Mulheres que vendem galinhas provavelmente reinvestirão os lucros em suas famílias, lista.

Gates ainda comenta que a Fundação Bill & Melinda Gates está investindo nas galinhas, fazendo parceria com a Heifer Internacional no intuito de aumentar de 5% para 30% o número de famílias na África Subsaariana que criam as penosas. A fundação está trabalhando para criar sistemas de mercado sustentáveis para o comércio de aves.
Redação O POVO Online
TAGS