PUBLICIDADE
Notícias

Polícia da Holanda treina águias para capturar drones ilegais

"Há situações em que drones não podem voar", disse Mark Wiebe, gerente de inovação da unidade nacional da polícia holandesa

15:06 | 02/02/2016
NULL
NULL

A águia avança em direção a um drone, pega o aparelho com as garras e segue adiante, assim é o treino de águias na Holanda. A Polícia Nacional diz tentar conter o avanço do uso de drones em situações de risco.

"Há situações em que drones não podem voar. Isso quase sempre envolve questões de segurança", disse Mark Wiebe, gerente de inovação da unidade nacional da polícia holandesa, para a BBC.

"Pode haver uma situação em que um helicóptero de apoio médico não consiga pousar porque alguém está operando um drone por perto. Pessoas também podem querer fazer belas imagens de um evento e voar sobre a multidão, mas se um drone cai do alto pode ser perigoso para as pessoas", eclarece para a agência de notícia londrina.

As aves da rapina são condionadas a tratar os drones como uma refeição. A polícia trabalhou com a empresa especializada Guard From Above para treinar as águias.

"A ave vê o drone como uma presa e leva o aparelho até uma área segura, fora do alcance de outros pássaros ou humanos", informou a polícia holandesa em nota.

Houve alerta recente sobre uso do equipamento por terroristas. Em alguns meses a polícia holandesa espera ter uma decisão sobre a pertinência do uso de aves de rapina para interceptar drones ilegais.
 

Redação O POVO Online com informações da BBC

TAGS