PUBLICIDADE
Notícias

Usuários de "vareta de selfie" irregular podem ser presos na Coreia do Sul

Consideradas acessórios tecnológicos de comunicação no país, as "varetas de selfie" com bluetooth precisam ter venda homologada e certificada

15:02 | 01/12/2014
NULL
NULL
A partir de agora, utilizar uma selfie stick, ou "vareta de selfie" em tradução livre, para tirar uma foto, na Coreia do Sul, pode acarretar em pagamento de multa de até R$ 70 mil e pena de até três anos de prisão.

Esta foi a medida utilizada pelo país ao perceber que o novo acessório, atualmente uma "febre" no mundo, pode contar com a tecnologia bluetooth, que, além de conectar a "vareta" ao smartphone, possibilita o disparo remoto.

O dispositivo com bluetooth passou a ser considerado, portanto, uma tecnologia de comunicação, preocupando as autoridades quanto a comercialização de aparelhos não certificados, que serão, provavelmente, apreendidos e destruídos.

A nova exigência prevê a homologação e certificação deste tipo de produto na Coreia do Sul, antes que seja comercializado. Por enquanto, proprietários de lojas e consumidores precisam apenas ficar atentos às novas regras, já que nenhuma grande operação policial será realizada no país, até o momento.
Redação O POVO Online
TAGS