PUBLICIDADE
Notícias

Homem não é engolido vivo por cobra e frustra espectadores

Logo após a cobra morder sua cabeça, Paul Rosolie pediu socorro à produção do programa

12:03 | 08/12/2014
NULL
NULL

Após chamar a atenção de muitos internautas, o programa "Eaten alive" frustrou muitas pessoas que esperavam que o naturalista e cineasta Paul Rosolie fosse engolido vivo por uma cobra.

 Exibido no último domingo, 7, nos Estados Unidos, pelo canal Discovery, o documentário mostrou toda a preparação da equipe e do naturalista. Vestindo um traje especial, Paul Rosolie chegou ser atacado pela cobra. Foi preso pelo animal, que se enroscou em seu corpo, mas assim que a cobra mordeu sua cabeça, ele pediu socorro à produção do programa.

 "Preciso de ajuda, Não estou sentindo meus braços", disse o cineasta para a produção.

 Segundo o cineasta, a ideia do programa era chamar atenção para o intensop desmatamento da floresta amazônica, que faz com que milhares de hectares desapareçam a cada ano, fazendo com que as anacondas percam seu habitat natural.

 [SAIBAMAIS1]No Twitter, a atração se tornou tem de várias piadas. Vários internautas pediram que o canal mudasse o nome do programa.

 Assim que foi anunciado, o "Eaten Alive" foi alvo de protestos de organizações a favor dos direitos dos animais.

O canal brasileiro Discovery Channel marcou a exibição do documentário para fevereiro de 2015.

 

Confira o momento que Paul Rosolie pede ajuda À produção do programa:

 [VIDEO1]

 

Redação O POVO Online

TAGS