PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Dupla é presa em Sobral acusada de latrocínio

Com um dos homens a polícia encontrou um revólver calibre 38 e munições

Carlos Viana
14:45 | 10/07/2021
Arma apreendida com um dos homens presos por latrocínio em Sobral (Foto: DIVULGAÇÃO POLÍCIA CIVIL)
Arma apreendida com um dos homens presos por latrocínio em Sobral (Foto: DIVULGAÇÃO POLÍCIA CIVIL)

Dois homens foram presos em flagrante por suspeita de envolvimento em um latrocínio em Sobral, Zona Norte do Estado. O crime aconteceu na última sexta-feira, 9. Com a dupla, os policiais encontraram uma arma de fogo e munições.

De acordo com informações preliminares, uma equipe do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) realizava patrulhamento no município quando recebeu o chamado para atender uma ocorrência de latrocínio (roubo seguido de morte).

Ainda conforme informações dos policiais, os indivíduos tentaram roubar um homem na avenida Ministro César Cals, em Sobral. A vítima acabou morrendo após reagir o assalto e ser baleada.

Francisco Gerlano do Nascimento Almeida, de 21 anos, foi o primeiro a ser preso pelos policiais. Ele tem passagens na polícia por roubo de veículo, receptação e tentativa de roubo. Gerlano foi encontrado escondido em um imóvel. Com ele, os militares encontraram um revólver calibre 38 e munições. O segundo homem a ser preso foi Auricélio Bastos Parente, de 20 anos, conhecido como “Vaqueiro”.

De acordo com o levantamento feito pelos policiais, após o latrocínio a dupla ainda tentou assaltar mais duas pessoas em um estabelecimento comercial.

Durante o segundo assalto, um dos suspeitos acabou sendo baleado por um PM que estava de folga no local. O suspeito, o militar e outra pessoa que estava no local foram socorridos a uma unidade hospitalar.

Na delegacia, Gerlano confessou o crime e, em seguida, um inquérito policial pelo crime de latrocínio foi instaurado e os suspeitos autuados em flagrante. O caso foi transferido para o Núcleo de Homicídio e Proteção à Pessoa (NHPP), que dará continuidade às investigações.

Denúncias

A população pode contribuirrepassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As informações também podem ser direcionadas para o ‪‪(88) 3677-4711, o telefone da Delegacia Regional de Sobral. O sigilo e o anonimato são garantidos.

TAGS