Após fugas, MP pede interdição da Cadeia Pública de Senador Pompeu
PUBLICIDADE
Notícias


Após fugas, MP pede interdição da Cadeia Pública de Senador Pompeu

No pedido, foi apontada a ocorrência de fugas constantes, a entrada recorrente de celulares, "deficiência arquitetônica" do local, superlotação, quantidade insuficiente de agentes por plantão, entre outras irregularidades

11:51 | 30/01/2018
NULL
NULL
Ação pede proibição da entrada de novos presos na Cadeia Pública de Senador Pompeu, município distante 275 km de Fortaleza. O documento foi ajuizado no início da tarde desta segunda-feira, 29, pelo Ministério Público do Ceará (MPCE). A decisão caberá ao juiz Mikhail Torres.
 
[FOTO1] [SAIBAMAIS]Além da interdição, foi pedida ainda reforma emergencial do prédio, “para resguardar a segurança e a salubridade do local”, conforme nota. Para o MP, não há devida atenção da Secretaria de Justiça.
 
No pedido, foi apontada a ocorrência de fugas constantes, a entrada recorrente de celulares, a “deficiência arquitetônica” do local, superlotação, quantidade insuficiente de agentes por plantão, entre outras irregularidades.
 
Em contato por telefone e e-mail, na noite desta segunda-feira, 29, a assessoria de comunicação da Secretaria da Justiça do Estado (Sejus) não respondeu aos pedidos de posicionamento sobre o caso.

Problemas recentes
Após ameaça a juiz, promotor e delegado, facção conseguiu transferência de preso que seria de grupo rival a de outros detentos presos no município. Após dois atentados contra o Fórum, pedido foi acatado pelas autoridades no último dia 16. Também em Senador Pompeu, em briga de facções, presos fizeram motim, no dia 11 de novembro, resultando na quebra de três celas.

TAGS