PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Santana do Cariri suspende aulas após transtornos causados pela chuva

Prefeito afirmou que o Município consegue apenas fazer trabalhos paliativos para resolver os problemas nas estradas e prédios inundados. Foi solicitada ajuda do governo estadual

15:27 | 09/04/2019
Chuvas inundaram estradas, impedindo a passagem dos alunos
Chuvas inundaram estradas, impedindo a passagem dos alunos(Foto: Reprodução/Amaury Alencar)

As fortes chuvas registradas em Santana do Cariri entre segunda-feira, 8, e esta terça, 9, impossibilitaram a ida de alunos com segurança para as escolas. Por isso, a Prefeitura decidiu decretar suspensão das aulas até o próximo dia 17.

A decisão foi assinada pelo prefeito, Pedro Henrique Correia Lopes, na segunda-feira, 8. De 7 horas da segunda até o mesmo horário desta terça-feira, foram registrados 70 milímetros de chuva na cidade da região Sul do Estado, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Foi o maior volume do dia.

“Tendo em vista que a segurança dos estudantes é prioridade para essa gestão, bem como, o direito destes estudantes à educação, toda a rede de ensino municipal será interrompida para não causar danos àqueles que mais seriam prejudicados”, diz o decreto.

Se a situação do Município não for normalizada até a data prevista, o decreto pode ser prorrogado por mais 15 dias.

As aulas devem ser repostas em julho ou em janeiro de 2020.

 

 

 

 

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

#COMUNICADO Decreto n° 0804001/2019 de 08 de abril de 2019. O Prefeito Municipal, Pedro Henrique Correia Lopes, decretou a suspensão das aulas da rede municipal de ensino no período de 09 a 17 de abril de 2019. A suspensão se dá devido às grandes chuvas que vêm acometendo o município e que têm destruído as estradas vicinais, impedindo, assim, que os alunos que dependem de transporte escolar cheguem em segurança às escolas. Tendo em vista que a segurança dos estudantes é prioridade para essa gestão, bem como, o direito destes estudantes à educação, toda a rede de ensino municipal será interrompida para não causar danos àqueles que mais seriam prejudicados. Caso a situação não volte ao normal na data prevista, o Decreto pode ser prorrogado pelo período de até 15 dias. O período em que as aulas ficarão suspensas será recuperado durante o recesso escolar nos meses de julho de 2019 e/ou janeiro de 2020, ficando essa definição a critério da Secretaria Municipal de Educação. #auniãofazaforça #secretariadeeducação #governomunicipal #santanadocariri #capitaldapaleontogia #educação #aulassuspensas

Uma publicação compartilhada por Prefeitura Santana do Cariri (@prefeiturasantanadocariri) em

Até a sexta-feira, 5, 16 outras cidades do Ceará estavam com o ano letivo comprometido por consequências das chuvas de grande volume. De acordo com a Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc), os alunos não serão prejudicados e os 200 dias de ano letivo previstos para 2019 devem ser cumpridos.

Ao site Amaury Alencar, o prefeito afirmou que o município consegue apenas fazer trabalhos paliativos para resolver os problemas nas estradas e prédios inundados devido a falta de maquinário. Ajuda ao governo do Estado foi solicitada pelos gestores de Santana do Cariri.

 Colaborou Amaury Alencar, especial para O POVO

 

Redação O POVO Online