Participamos do

Funceme inicia trabalhos para criação de museu de solos no Ceará

O equipamento deve ser aberto tanto para pesquisadores da área como para a população em geral. Primeiro monólito — amostra de um solo — foi encaminhado para análise em laboratório
23:52 | Nov. 18, 2021
Autor Leonardo Maia
Foto do autor
Leonardo Maia Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Pesquisadores da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) realizaram análises e coletas de solos em Cangati, no município de Quixeramobim, para iniciar a organização de um museu de solos. A ação ocorreu entre quarta, 17, e quinta-feira, 18.

Em uma primeira etapa, foram usadas imagens de satélite para definir a localização da coleta do material e depois foi coletado um monólito — amostra representativa de um perfil de solo. O material será encaminhado para Fortaleza, onde será avaliado em laboratório, com descrição das características do solo. O transporte será cuidadoso, com uma forma especial, para que o monólito não quebre.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Conforme o órgão cearense, o museu irá colaborar para pesquisas e ficará aberto para visitação do público em geral. Sônia Perdigão, pesquisadora da área de solos da Funceme, afirmou que o didatismo do museu torna o equipamento interessante para vários públicos. “Será possível conhecer os solos, os seus tipos e a importância deles”, disse em entrevista enviada pela assessoria do órgão.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags