PUBLICIDADE
Notícias

Começa operação de funcionamento de Hospital de Quixeramobim

Hospital Regional do Sertão Central, inaugurando em dezembro de 2014, deve, conforme cronograma do Governo do Estado, iniciar atendimento até o fim de outubro. Pleno funcionamento deve estar concluído apenas em maio de 2017

20:50 | 20/09/2016
NULL
NULL

[FOTO1] 

Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), em Quixeramobim, distante 203 km de Fortaleza, começa operação de funcionamento depois de impasses quanto ao fornecimento de água e ao repasse de verba federal. Inaugurado em dezembro de 2014, ainda pela gestão do governador Cid Gomes (PDT), o hospital permaneceu fechado por um ano e nove meses. O atendimento à população passa a acontecer até o fim de outubro e o pleno funcionamento acontece somente em maio de 2017.

A unidade é terceira construída pelo Governo do Estado no Interior e deve atender à população de 20 municípios da Macrorregião de Saúde do Sertão Central - estimada em 625.641 habitantes.

[SAIBAMAIS] 

Cronograma

Nesta terça-feira, 21, foi inciada e segue até o próximo dia 30 a operação interna de funcionamento, com definição do Plano Direto do Hospital e a validação das condições de usabilidade da infraestrutura e equipamentos.

Conforme cronograma de implantação divulgado pelo Governo, o atendimento começa, de fato, até o fim de outubro, quando se iniciam o funcionamento do ambulatório de cirurgia e dos serviços de exames laboratoriais e de imagem. Somente em maio de 2017 o Hospital estará em pleno funcionamento. Até o fim do ano, segundo os prazos, a internação cirúrgica eletiva e do centro cirúrgico, além do ambulatório multiprofissional também passa a funcionar.

%2b Um ano após ser inaugurado, Hospital de Quixeramobim segue inativo

Entram em atividade em 2017 algumas operações: as internações Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para adulto e na clínica médica para adulto (até 28 de feveiro); internações em UTI pediátrica e neonatal, clínica pediátrica e Unidade de Cuidados Especiais (até 30 de abril); e atendimento na emergência e a internação obstétrica de alto risco (até 31 de maio).

 

Cronologia

9 de maio de 2011 - Votação decide que o Hospital Regional do Sertão Central será construído em Quixeramobim.


9 de maio de 2012 - Ex-governador Cid Gomes assina a ordem de serviço para início das obras do Hospital Maternidade Regional do Sertão Central (HRSC).


28 de dezembro de 2014 - Hospital é inaugurado pelo ex-governador Cid Gomes.


6 de agosto de 2015 - Governador Camilo Santana anuncia o Hospital para o final de 2015. Chefe do executivo estadual já considera no novo prazo dificuldades hídricas para suprir o equipamento.


3 de maio de 2016 - Governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anuncia que o Estado angariou R$ 36 milhões para a abertura do Hospital Regional do Sertão Central.


Julho de 2016 - Afastamento da presidente Dilma Rousseff e mudança de governo tornam incertos o repasse de recurso.
 

Sobre o HRSC

O hospital, que atenderá casos de alta complexidade, conta com 269 leitos, sendo 209 de internação geral e 60 de UTI; nove salas de cirurgia; 14 salas para realização de exames de imagem; e Centro de Atenção à Saúde Sexual e Reprodução, com cinco salas obstétricas.

Quando estiver em pelo funcionamento, em maio de 2017, a estimativa é que a unidade empregue 1.640 profissionais - sendo 312 profissionais de medicina. Foram investidos R$ 147 milhões, com Tesouro do Estado e financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Redação O POVO Online

TAGS