Participamos do

Mulher grávida é presa suspeita de tráfico de drogas em Quixadá

Mesmo grávida de seis meses, a mulher tentou fugir após abordagem. Os policiais apreenderam entorpecentes, dinheiro e aparelhos celulares na residência da suspeita
23:05 | Out. 20, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma mulher foi presa em flagrante nesta terça-feira, 19, suspeita de tráfico de drogas no município de Quixadá, a 171 km de Fortaleza. De acordo com a Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), a mulher, que está grávida, portava quantidades de cocaína, crack e maconha. Após a captura, ela foi encaminhada para a Delegacia Regional de Quixadá.

Ações da polícia iniciaram após expedição de um mandado de busca e apreensão. A suspeita, identificada como Thais Ribeiro Cartaxo Silva, de 24 anos, já possuía antecedentes por tráfico de drogas. No local indicado, a polícia encontrou a mulher, que está grávida de seis meses. Ao ser abordada, Thais ainda tentou fugir do local, mas sem sucesso.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ao realizar buscas na residência, os policiais civis localizaram quantidades de cocaína, crack e maconha. O material estava embalado em 40 pequenos pacotes, prontos para a comercialização ilícita. Além dos entorpecentes, também foram apreendidos dois aparelhos celulares, uma quantia de dinheiro e um caderno, utilizado para administrar o esquema.

A mulher recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Ela e todo o material apreendido foram encaminhados à Delegacia Regional de Quixadá. Thaís foi autuada em flagrante por tráfico de drogas, além de ser indiciada por integrar organização criminosa. A Polícia Civil continua a investigação para verificar participação de outros suspeitos no esquema ilícito.

Tenha acesso a todos os colunistas. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags