PUBLICIDADE
Notícias

Polícia prende dupla suspeita de matar vigilante dos Correios em Quixadá

Os suspeitos foram autuados por latrocínio (roubo seguido de morte) e porte ilegal de arma de fogo. A vítima trabalhava como vigilante há cerca de 12 anos e foi atingida com dois tiros na cabeça

10:57 | 30/11/2016

Dois homens foram presos no início da manhã desta quarta-feira, 30, suspeitos de matar o vigilante Francisco Edilson do Nascimento em assalto aos Correios de Quixadá. A dupla foi flagrada após operação policial em região do bairro Cohab. Um deles confessou ter efetuado os tiros contra a vítima.

A Polícia Militar começou as buscas pelos suspeitos logo após o crime, registrado às 12h30min dessa terça-feira, 29. Os suspeitos foram identificados como Gustavo Silva Alves, 21, e Alex Marques Rebouças Júnior, 20.

De acordo com informações da PM, Gustavo é natural de Mossoró (RN), onde também morava o comparsa Alex, que é natural de Aracati (CE). "Eles estavam pedindo informações de táxi e acabaram sendo denunciados. Foram reconhecidos pelas filmagens, e o Gustavo confessou que atirou", detalhou o sargento Silva Dantas, da 1ª Companhia do 9º Batalhão de Polícia Militar.

Com a dupla, foram apreendidos três revólveres de calibre 38, além de celulares. Os dois fugiram da agência dos Correios em uma moto com placa de Mossoró, mas foram presos quando estavam a pé.
Os dois foram encaminhados para a Delegacia Regional de Quixadá, onde foram autuados por latrocínio (roubo seguido de morte) e porte ilegal de arma de fogo.

Francisco Edilson trabalhava como vigilante em uma empresa particular há cerca de 12 anos. Ele foi atingido com tiros na cabeça depois de entrar em luta corporal com um dos suspeitos.


TAGS