PUBLICIDADE
Notícias

Presos realizam motim na Cadeia Pública de Quixadá

Segundo a Polícia, colchões foram queimados e os detentos acessaram a varanda do prédio. Local foi isolado e presos foram controlados por Grupo da Cosipe, diz Sejus

17:13 | 07/08/2014
NULL
NULL

Atualizada às 18h40min

Os detentos da Cadeia Pública de Quixadá, 158 km de Fortaleza, realizaram um motim no início da tarde desta quinta-feira, 7. A Polícia Militar do município informou que colchões foram queimados e o Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar as chamas. Local foi isolado e dez presos foram identificados como líderes.

Caso foi registrado por volta das 12 horas e começou após revista de itens proibidos, como drogas e aparelhos celulares, conforme a PM. O grupo ainda acessou áreas restritas do local, subiu até a varanda do prédio e danficou algumas celas. Segundo a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus), o Grupo do Sistema Penitenciário Estadual (Cosipe) voltou para o local após o motim e controlou os detentos. 

Em nota, a Sejus disse que o local conta com 190 internos e que uma nova cadeia, com capacidade para 397 presos, está em fase de construção. "A Sejus solicitou imediata transferência dos líderes à Vara de Execução Penal e Corregedoria dos Presídios, mas o pedido foi indeferido. A unidade passará por uma vistoria de toda a estrutura para que os danos provocados do motim sejam averiguados", completa.

Moradores fizeram imagens dos presos na varanda do prédio. Veja o vídeo:
[VIDEO1]

Redação O POVO Online

TAGS