Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Pesquisadores encontram fóssil de tubarão de 150 milhões de anos na Chapada do Araripe

Há ainda a perspectiva de elementos químicos encontrados corresponderem a uma descoberta de relevância mundial. A falta de verbas, no entanto, é um fator que impede que a pesquisa avance em um ritmo maior
21:00 | Ago. 06, 2021
Autor - Leonardo Maia
Foto do autor
- Leonardo Maia Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Um fóssil de tubarão foi encontrado na cidade de Missão Velha, município localizado a 500 quilômetros de Fortaleza, por paleontólogos da Universidade Regional do Cariri (Urca) e da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Foram encontrados ainda elementos químicos no solo que são associados a cometas e meteoros. Os achados datam de cerca de 150 milhões de anos.

O paleontólogo e pesquisador da Urca Álamo Saraiva explicou que esses elementos podem ter uma relevância de proporções mundiais, caso ele leve a novos indícios sobre a história da Terra. “Pode ser uma grande descoberta, porque poderia explicar o final do (período) Jurássico e o início do Cretáceo”, pondera em entrevista ao repórter Guilherme Carvalho, da Rádio CBN Cariri.

Em relação ao animal, o pesquisador explica que trata-se do espinho dorsal de uma espécie aquática que viveu em águas doces do sertão cearense no final do Jurássico, ainda antes da separação entre a América do Sul e o continente africano. Na época, a região era formada por rios e lagos.

O fóssil, encontrado em uma localidade conhecida como Floresta Petrificada, na Chapada do Araripe, será exposto no Museu de Paleontologia Plácido Cidade Nuvens, em Santana do Cariri. Atualmente, o achado está em processo de preparação na Urca. Além da instituição, também participaram da pesquisa, estudiosos da UFPE e do Instituto de Ciências do Mar (Labomar) da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Falta de verbas federais dificulta o andamento dos estudos, alega pesquisador

Os trabalhos de escavação na região já acontecem há um ano e meio
Os trabalhos de escavação na região já acontecem há um ano e meio (Foto: Laboratório de Paleontologia da Urca)

Ao O POVO, Saraiva lamentou a falta de recursos que as pesquisas vêm recebendo, especialmente em relação às verbas federais. “É constrangedor, porque a pesquisa poderia estar em um ritmo bem mais acelerado”, enfatiza. Desde 2017, as verbas da União não chegam para reforçar os trabalhos, que sobrevivem com financiamento estadual, por meio da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap).

O especialista explicou que os pesquisadores fazem escavações no mesmo ponto há um ano e meio e disse que esse é um “trabalho de paciência”. “Tem hora que é (usado) picareta, outra hora que é marreta, às vezes só com pincel”, detalha. Além das descobertas divulgadas nesta sexta-feira, os estudiosos também encontraram ossos desarticulados de peixes extintos e de uma família de tubarão.

A razão dos estudos, conforme defende o pesquisador, é tentar compreender o passado para fazer projeções para o futuro. “Tendo um entendimento da dinâmica do planeta, a gente tem melhor possibilidade de enfrentar as intempéries que vêm no futuro”, argumenta. Em relação ao aquecimento global, por exemplo, Saraiva explica que o Jurássico e o Cretáceo foram períodos com esse fenômeno e podem ajudar a compreender o que a humanidade deve enfrentar.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

"Sempre acreditei na Justiça" diz Glêdson Bezerra sobre decisão que evitou sua cassação

JUazeiro
11:42 | Ago. 06, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra (Podemos), afirmou na manhã desta sexta-feira, 6, que já esperava que o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) o absolvesse em processo por abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2020. Com a decisão, a Justiça reverteu julgamento na primeira instância e o gestor e seu vice, Giovanni Sampaio (Podemos), não terão mais seus diplomas cassados. 

LEIA MAIS l Gledson Bezerra propõe modelo de limpeza urbana e gera polêmica sobre taxa do lixo em Juazeiro

Em entrevista à Rádio CBN Cariri, o prefeito afirmou que estava bastante confiante na julgamento de inocência. "Recebi (a decisão) com muita felicidade. Sempre acreditei na justiça desse país e agora fico ainda mais feliz", disse. 

Em abril deste ano, ao ter o diploma cassado pelo juiz eleitoral da 28ª Zona Eleitoral do Ceará, Giacumuzaccara Leite Campos, o prefeito foi acusado de fazer  uso irregular de um helicóptero – que pertenceria ao empresário Gilmar Bender (PDT), seu então aliado – durante uma carreata da campanha de Glêdson realizada às vésperas das eleições. No evento, a aeronave teria inclusive despejado uma “chuva” de papel picado, que foi transmitida nas redes sociais.

Glêdson defendeu que o caso "desfaz a vontade da maioria das urnas, desrespeitando portanto a democracia". "Tudo isso por conta de um sobrevoo de um helicóptero durante uma carreata era desproporcional. Como eu disse, eu respeito todas as opiniões contraditórias, mas você dizer que votou no candidato porque viu o sobrevoo de um helicóptero ou porque jogou papel picado não seria um elemento para determinar uma eleição. Elas voltaram porque acreditaram num projeto de vida, numa proposta e fizeram suas escolhas", disse. 

Com a maioria de oposição na Câmara, o prefeito enfrenta um embate com o Legislativo e a dificuldade de emplacar projetos. Na eleição municipal de 2020, sua coligação elegeu apenas dois dos 21 parlamentares, com vereadores ligados ao candidato derrotado - José Arnon (PTB) - mantendo maioria.

Sobre a relação conflituosa com o Legislativo, o gestor avalia viver um contexto "muito triste". "Desde o início do nosso governo a gente tem visto que é força contrária tentando prejudicar a gente de todas as formas de atrapalhar um governo eleito pelo povo", destaca.

Em entrevista para a Rádio CBN Cariri, o prefeito comentou ainda sobre a nomeação do vereador Rafael Cearense (Podemos) como líder do governo no legislativo. A indicação foi anunciada durante café da manhã com vereadores da atual base governista no mês de junho. Glêdson negou que o cargo tenha sido efetivado como uma tentativa de aproximação com a Câmara.

"Eu não entendo que essa aproximação deva acontecer porque você coloca um líder para estar ali. Essa construção vem principalmente do convencimento. O comum de acontecer nas
casas legislativas é isso, mas para nós, o Rafael é um amigo e correligionário que fala nossa língua", pontuou o gestor. 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

O primeiro emprego de carteira assinada

00:30 | Ago. 06, 2021
Autor Irna Cavalcante
Foto do autor
Irna Cavalcante Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Para o jovem Caio Lacerda, de 20 anos, morador de Juazeiro do Norte, a retomada da economia tem sido marcada também por várias guinadas pessoais no campo profissional. Ele, que em função da pandemia, em 2020, estava sobrevivendo com a ajuda do auxílio emergencial pago pelo Governo, neste ano, conseguiu não só arranjar um emprego, em janeiro, como também evoluir na carreira, na medida em que a empresa de telemarketing onde trabalha prosperava. Desde julho exerce o cargo de instrutor de treinamento.

Também é o primeiro emprego dele com carteira assinada. "Antes disso, já tinha trabalhado em outras coisas, mas era só contrato, não era emprego formal." O que trouxe para ele uma nova perspectiva.

"Eu fiquei muito aliviado porque o auxílio ia acabar e ainda não sabia que ia retomar. E quando deu certo, fiquei muito feliz."

Hoje, faz planos de permanecer trabalhando e seguir progredindo no trabalho. "Se tiver oportunidade de crescer ainda mais, vou tentar."

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Confira algumas vagas de emprego no Cariri

00:30 | Ago. 06, 2021
Autor
Tipo Notícia

Juazeiro

O Sistema Nacional de Emprego (Sine IDT) de Juazeiro do Norte, ontem, estava com 67 vagas de emprego disponíveis. A maior parte delas, era para o cargo de auxiliar de produção farmacêutica (20), mas há várias oportunidades no segmento de serviços, como auxiliar de manutenção predial, barbeiro e garçom. O POVO também identificou outras seleções em aberto na região do Cariri.

A unidade do IDT/SINE, localizado na rua Interventor Francisco Erivano Cruz,120, está funcionando para atendimento presencial, mas somente com agendamento prévio no portal www.idt.org.br. Pelo site também é possível ver a relação completa das vagas disponíveis naquela unidade.

Crato

Dentre as empresas privadas que estão com seleção em aberto está a Solar Coca Cola. Para saber mais informações sobre vagas e requisitos é preciso acessar o banco de talentos da empresa no site https://solarcocacola.gupy.io/

Missão Velha

O Instituto Dragão do Mar (IDM) está recebendo até hoje inscrições para seleção de profissionais para atuar no Complexo Ambiental Mirante do Caldas - Centro de Referência Ambiental e Cultural da Chapada do Araripe, equipamento da Secretaria de Meio Ambiente do Ceará que será inaugurado em breve, em Barbalha.

As áreas de atuação deste processo seletivo são: Coordenação Técnica (com formação em Engenharia Mecânica); serviços gerais; serviço de jardinagem e mediação social. Os salários chegam até R$ 5.193,56. Mais informações podem ser obtidas em: https://bit.ly/Selecao_IDM

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Região do Cariri retoma ritmo de geração de empregos

Vagas
00:30 | Ago. 06, 2021
Autor Irna Cavalcante
Foto do autor
Irna Cavalcante Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Apesar de ter sido a última região cearense a avançar no plano de reabertura da economia, nesta segunda onda de pandemia - equiparando-se às flexibilizações aplicadas no restante do Estado somente em junho - o Cariri conseguiu fechar o primeiro semestre com um saldo positivo de 2.936 empregos formais. É um cenário completamente diferente dos primeiros seis meses de 2020, quando o resultado ficou negativo em 2.691 postos de trabalho. O desempenho é puxado, sobretudo, pela retomada que já é observada nos municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Missão Velha.

LEIA MAIS| 

Obras do teleférico da estátua do Padre Cícero ultrapassam 70% de conclusão

Governo planeja antecipar projetos do Ceará 2050 no Cariri

Ceará é segundo estado com maior saldo de empregos no Nordeste

Mas, dos nove municípios que compõem o Cariri, apenas três ainda estão com indicadores negativos no acumulado do ano até junho: Barbalha (-13), Farias Brito (-4) e Santana do Cariri (-3), segundo dados do Cadastro Geral de Emprego (Caged), do Ministério da Economia.

De modo geral, a recomposição do mercado de trabalho começou a ser observada nos municípios em maio, mas foi em junho o impulso mais expressivo. Em Juazeiro do Norte, principal polo econômico da Região, por exemplo, naquele mês, foram registradas 1,8 mil admissões e 898 demissões, resultando em um saldo de 970 empregos. Foram 455 postos a mais do que no saldo do mês imediatamente anterior e um salto em comparação com junho de 2020 (-323). No acumulado do ano o número ficou em 2.558 vagas e, em 12 meses, 4,1 mil.

Neste município, somente o setor da agricultura ainda está com variação de emprego negativa (-5). O grande destaque no primeiro semestre, no entanto, é a retomada de Serviços (1,8 mil). Sendo seguido de Construção Civil (384), Comércio (254) e Indústria (94).

À Rádio CBN Cariri, a economista Rita Fabiana atribuiu os bons resultados como uma consequência da própria flexibilização do decreto estadual em relação ao funcionamento das atividades econômicas no Estado. E há segmentos que retomam mais depressa as contratações. "A cidade de Juazeiro do Norte possui uma variação econômica muito forte, desde indústria, varejo, mercado calçadista, serviços, isso faz com que os empreendedores precisem complementar mais ainda a sua força de trabalho", afirmou.

Já no Crato, no acumulado do ano, enquanto os setores de Comércio e Serviços começam a dar sinais de melhora, com saldos, respectivos, 249 e 120 empregos, a indústria ainda patina (-136 vagas). No geral, a diferença entre admissões e demissões ficou positiva em 202 empregos.

E há novas perspectivas de retomada, na medida em que mais empreendimentos voltam a funcionar. Em Missão Velha, por exemplo, outro destaque de empregos na região do Cariri, com saldo acumulado de 122 vagas, será reaberto a partir de amanhã, dia 6, o parque aquático Aquas do Cariri. No município, o mercado de trabalho está mais aquecido nos seguintes segmentos: agricultura (49), construção (40) e serviços (26).

Do triângulo econômico conhecido como Crajubar (Crato-Barbalha-Juazeiro), Barbalha tem tido mais dificuldades, principalmente, na recuperação de empregos do setor de serviços (-70) e indústria (-5). Por outro lado, por lá, é a construção civil que está empregando com mais força (49).

Para a professora de economia da Universidade Regional do Cariri, Silvana Nunes, o nível de emprego na região deve aumentar neste segundo semestre, principalmente, com o avanço da imunização no Estado. "Comparando a outros períodos, ainda não é promissor, mas a gente tem que destacar que ainda estamos na pandemia. A grande maioria da população ainda não tomou a segunda dose, mas se compararmos ao ano passado isso mostra que a economia do Crajubar vem reagindo, principalmente, em Juazeiro do Norte", afirmou Silvana à Rádio CBN Cariri. (Colaborou Guilherme Carvalho/Rádio CBN Cariri)

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

TRE reverte cassação de diploma de Glêdson Bezerra

Política
00:30 | Ago. 06, 2021
Autor Vítor Magalhães
Foto do autor
Vítor Magalhães Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Durante sessão realizada nessa quinta-feira, 5, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) decidiu pela absolvição do prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra (Podemos), e do vice, Giovanni Sampaio (Podemos), em processo por abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2020. Em julgamento na primeira instância, em abril deste ano, a 28ª Zona Eleitoral do Ceará havia determinado a cassação dos diplomas de ambos

Ministério Público Eleitoral (MPE) recomendou a manutenção da decisão que levava em conta o uso irregular de um helicóptero – que pertenceria ao empresário Gilmar Bender, aliado dos então candidatos e financiador da campanha –, em duas oportunidades. Em uma delas, durante uma carreata da campanha, a aeronave teria despejado uma “chuva” de papel picado. Entretanto, os magistrados do TRE-CE rejeitaram a recomendação do (MPE).

Durante o julgamento, no sentido de indeferir a denúncia de abuso de poder econômico, o presidente do TRE-CE, desembargador Inácio Cortez, e os juízes Raimundo Nonato Santos, Eduardo Scorsafava e David Sombra acompanharam o voto da relatora Kamile Castro. Na contramão do entendimento, os juízes George Lima e Roberto Viana votaram para manter a cassação.

Além da questão na carreata, o MPE ressaltou o uso de um helicóptero na véspera da eleição para promover um novo derramamento de panfletos de campanha (santinhos) dos então candidatos pelas ruas da cidade. As denúncias contra a chapa englobavam ainda gastos relativos à aeronave que não teriam sido declarados oficialmente, e a distribuição de combustível gratuito a apoiadores, também à margem da prestação de contas.

Segundo a decisão de primeira instância, a ação com a aeronave na véspera do pleito teve efeito prático "tornar injusta e desproporcional a propaganda eleitoral” e a propaganda informava que as candidaturas da chapa, até então indeferidas, haviam sido "liberadas" pela Justiça Eleitoral o que configurava “fake news”, já que, na verdade, os registros foram aprovados pelo pleno do TRE-CE em 25 de novembro, dez dias após a votação.

Kamile Castro destacou que em relação ao uso da aeronave durante a carreata, em 24 de outubro, é “inconcebível que alguma vantagem tenha sido entendida pelo eleitorado local a partir de uma aparição de um helicóptero”, e que, portanto, a utilização da aeronave na carreata não caracterizou o abuso de poder econômico.

ASSISTA AO JOGO POLÍTICO #8

Sobre o uso do helicóptero na véspera da eleição, a juíza disse não haver comprovação quanto à utilização do veículo de Gilmar Bender e que imagens utilizadas “não revelam de onde foram jogados panfletos e santinhos”.

O juiz David Sombra, que acompanhou o voto da relatora, destacou que deve prevalecer “a vontade democrática do voto” popular. “Não vislumbro irregularidades a ponto de ensejar uma irregularidade suficiente para cassar o mandato dos investigados”, enfatizou. Apesar da decisão do TRE-CE, ainda cabe recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A reportagem tentou contato com o prefeito de Juazeiro do Norte para comentar a decisão, mas não obteve retorno até o fechamento desta página. (colaborou Filipe Pereira)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags