Participamos do

Eleições complementares em Missão Velha ocorre de forma pacífica

Novo pleito foi determinado pela justiça após cassação do diploma do prefeito eleito em 2020
23:03 | Ago. 01, 2021
Autor Carlos Mazza
Foto do autor
Carlos Mazza Repórter de Jornalismo de Dados
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

As eleições complementares na cidade de Missão Velha, a 508,5 km de Fortaleza, realizadas neste domingo, 1, foram consideradas tranquilas pelo juiz eleitoral Djalma Dantas Sobreira. De acordo com o magistrado, foram registradas algumas denúncias, mas nada que justificasse a intervenção da polícia ou a abertura de algum inquérito.

“Tivemos alguma hostilidade, mas é natural numa eleição municipal, principalmente quando ela foi anulada. Tivemos certa hostilidade, mas hostilidade com respeito, nada que justificasse a intervenção policial ou da justiça”, disse ele.

Uma das ocorrências registradas foi a localização de material de campanha por uma equipe da Polícia Federal. Como o material não estava sendo distribuído na hora da abordagem, não se configurou o crime de propaganda eleitoral irregular, com o material tendo sido apreendido e levado ao cartório eleitoral da cidade.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ainda conforme o magistrado, não foram apresentados problemas em nenhuma das urnas eleitorais.

Para conter os ânimos durante o dia da votação, um forte aparato policial foi disponibilizado. Ao todo foram 120 policiais militares, dez policiais civis e dez policiais federais.

As eleições complementares no município foram determinadas pela Justiça Eleitoral após o diploma de Dr. Washington (MDB), eleito no ano passado, ter sido indeferido por decisão judicial.

O novo pleito foi marcado por forte tensão política, sobretudo após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-aliado Ciro Gomes entrarem na disputa, declarando apoio a seus respectivos candidatos.
Disputaram as eleições Fitinha, do PT e DR. Lorim, do PDT.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags