Participamos do

Travesti é encontrada morta presa por correntes em cachoeira de Missão Velha

A Polícia Civil investiga os suspeitos pela morte de Monike. Há três anos, o Ceará vivenciou o assassinato da travesti Dandara dos Santos
10:01 | Fev. 15, 2020
Autor Catalina Leite
Foto do autor
Catalina Leite Repórter do OP+
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O corpo da travesti Monike Matias Chagas, 25 anos, foi encontrado na manhã dessa sexta-feira, 14, submerso na Cachoeira de Missão Velha, na região do Cariri cearense. Ela estava presa a correntes com um cadeado e amarrada com uma corda ligada ao medidor de nível da cachoeira.

Monike só foi reconhecida após os familiares a procurarem por meio da Delegacia de Juazeiro do Norte. Eles a identificaram por meio de fotos. A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) investiga possíveis suspeitos e ainda chamará os familiares da travesti para testemunharem. A Polícia Civil reforça que a população pode contribuir ao repassar informações e suspeitas em anonimato para a Delegacia Municipal de Missão Velha, pelo número (88) 3542-2902.

Três anos da morte de Dandara dos Santos

Hoje, dia 15 de fevereiro, completam-se três anos do assassinato da travesti Dandara dos Santos, no bairro Bom Jardim, em Fortaleza. Ela foi apedrejada, morta a tiros e teve toda sua morte filmada e divulgada nas redes sociais. A PCCE afirmou que 12 pessoas participaram do crime. O último suspeito foi preso há um ano, no dia 15 de fevereiro de 2019.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

País mais violento para travestis e transexuais no Mundo

O Brasil é o país mais violento para travestis e transexuais no Mundo, contabilizando pelo menos 124 casos de mortes e violência contra o grupo em 2019. No País, o Nordeste é a região mais perigosa. Do total de casos, apenas 11 tiveram os suspeitos identificados pela polícia. A maioria das vítimas era negra (82%) e do gênero feminino (97%). Os dados são do Dossiê de Assassinatos e Violência contra Travestis e Transexuais Brasileiras, pesquisa da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar